Turismo

Home/ Notícias Online/ Turismo/ Poupatempo

Poupatempo

Publicada em : 06/07/2015

Países do Mercosul não aceitam Carteiras de Identidade emitidas há mais de dez anos e viajantes precisam pedir segunda via provisória

Paulo Marques
A procura por serviços do Poupatempo cresceu cerca de 10% esta semana por causa do início das férias de julho, período em que muitas pessoas aproveitam o tempo livre para colocar os documentos em dia.

No Poupatempo Guarulhos, o único que emite Carteira de Identidade provisória para turistas que estão com passagem marcada e precisam do documento atualizado, o movimento é maior ainda.

Os viajantes com destino a países do Mercosul não conseguem embarcar quando estão com a Carteira de Identidade desatualizada. As empresas aéreas, assim como alguns bancos, só aceitam o documento emitido há menos de dez anos. A alternativa, nesses casos, é remarcar o embarque e correr para o Poupatempo de Guarulhos.

Cerca de 9 mil pessoas por dia são atendidas no posto de Guarulhos em períodos de férias escolares, e cerca de 800 Carteiras de Identidade são solicitadas diariamente. Entre os pedidos, estão cerca de 10 a 15 turistas por dia que chegam do aeroporto preocupados em resolver o problema com o documento a tempo de não perder a viagem.

O RG provisório, válido por 90 dias, é emitido quando o passageiro precisa embarcar no mesmo dia. O documento pode ficar pronto em uma hora, mas na volta é necessário voltar ao Poupatempo para retirar o documento definitivo. Se o embarque está programado para ocorrer após 48 horas, os turistas conseguem viajar com a segunda via definitiva.

A emissão da segunda via do RG, provisório ou definitivo, só é possível para pessoas que tenham a primeira via emitida no Estado de São Paulo e que estejam com passagens marcadas. Quem tem o RG desatualizado de outro Estado não consegue renovar o documento em prazo inferior ao normal, de cinco a dez dias úteis, e muitos perdem a viagem e estragam as férias por causa disso.

“Muitas pessoas acham que a Carteira Nacional de Habilitação substitui o RG, mas para viajar para os países do Mercosul o único documento aceito é a Carteira de Identidade”, explica Maria Auxiliadora Montenegro, gerente do Poupatempo Guarulhos. Segundo ela, as empresas aéreas já impedem o embarque dos turistas que não estão com o documento em dia para evitar que eles tenham problemas ainda maiores. “Se chegar ao destino sem a documentação em ordem o turista é proibido de permanecer no país e o transtorno é maior ainda”, acrescenta, lembrando que a exigência é dos países membros do Mercosul.

Viajantes relatam transtornos causados por documentos desatualizados
O agropecuarista Ricardo Curi, de Ribeirão Preto, teve de remarcar a viagem com a mulher e o filho de seis anos porque não estava com o RG atualizado. Ele teve de pagar R$ 560,00 extras para remarcar as passagens, e ainda perdeu um dia da viagem de uma semana. “Se não fosse o Poupatempo eu não poderia embarcar e perderia a viagem”, disse Ricardo. O filho, que também se chama Ricardo, temia ter de voltar para casa no dia da sua primeira viagem de avião.

Outra turista que teve problemas foi a tradutora Simara Dutra, que veio da Itália e pretendia visitar a irmã no Uruguai. Ela estava acompanhada da filha Ana Carolina Ceresini, de seis anos, e da mãe Elza Dutra, de 75 anos. Elza portava um RG tirado em Porto Ferreira, interior de São Paulo, há mais de dez anos. O documento foi recusado na hora do embarque e a família foi orientada no aeroporto a procurar o Poupatempo. A família, que havia saído ás 3h da madrugada do interior de São Paulo para estar às 8h em Cumbica, remarcou a viagem das dez da manhã para as 22h de segunda-feira e foi com toda a bagagem para o Poupatempo Guarulhos.

“Não sabia que existia no Brasil um serviço tão ágil como o Poupatempo”, disse Simara, que nasceu em Porto Ferreira e mora em Pescara, na Itália. “Os atendentes guardaram nossa bagagem e foram muito simpáticos, o serviço todo é maravilhoso”, comentou ela. “Imagina o que seria das nossas férias sem o Poupatempo”. Para renovar o RG dona Elza precisou providenciar a Certidão original de Casamento no 1º Cartório de Registros de Santa Rita do Passa Quatro, o que só foi possível graças aos atendentes do Poupatempo.

Apesar do empenho dos funcionários, muitas vezes os passageiros não conseguem providenciar o documento a tempo de garantir a viagem. “Já tivemos o caso de um juiz do Nordeste que foi barrado no embarque para Buenos Aires e não conseguiu a segunda via porque o RG era de outro Estrado”, conta a coordenadora de atendimento Sílvia Chioatto, do Poupatempo Guarulhos. “A família toda dele viajou e ele teve de voltar para casa sozinho”, lembra ela, destacando a importância de se manter sempre os documentos em dia.

Programa Poupatempo
O Poupatempo é um programa do Governo do Estado, executado pela Diretoria de Serviços ao Cidadão da Prodesp – Tecnologia da Informação, que, desde a inauguração do primeiro posto, em 1997, já prestou mais de 445 milhões de atendimentos. Atualmente conta com 66 unidades instaladas na capital, Grande São Paulo, interior e litoral, além de seis unidades móveis. Em 2015, foi eleito o melhor serviço público pelos paulistanos, em pesquisa divulgada pelo Datafolha.
Paulo Marques

Fonte:Poupatempo