Turismo

Home/ Notícias Online/ Turismo/ Russos são os que mais investe...

Russos são os que mais investem em hospedagem no Brasil

Publicada em : 10/04/2014

Viajantes de Cingapura e da França também entram para a lista de nacionalidades mais generosas


Os viajantes russos foram os que mais investiram em hospedagem no Brasil em 2013 com média de R$ 528, apresentando um salto de 43% em relação ao ano anterior, segundo o Hotel Price Index (HPI)* – relatório feito pela Hoteis.com que analisa os preços pagos por hospedagem em todo o mundo. A lista de nacionalidades mais generosas é completada por Cingapura, que apesar da queda de 6%, tem valor médio de R$ 467, e pelos franceses, que investiram 37% a mais em diária hoteleiras para R$ 455.

“Segundo a Organização Mundial do Turismo das Nações Unidas, em termos de gastos, a Rússia é o segundo maior mercado em crescimento de viagens internacionais, ficando atrás apenas da China. Esse é um dos fatos que explica porque os russos encabeçaram o ranking no Brasil”, comenta a gerente geral da marca Hoteis.com para a América Latina. 

Na América Latina, os argentinos tiveram o maior gasto com acomodação no Brasil, depois de um incremento de 19%. No ranking geral, ocuparam a 13ª posição.  Outras nacionalidades latino-americanas também entraram na lista. Os paraguaios investiram, em média, R$ 391, o que representa um aumento de 38%; os valores pagos por colombianos tiveram alta 5% para R$ 370 e os uruguaios avançaram 3% para R$ 332. O Peru permaneceu a R$ 343 e a Venezuela caiu 20% para R$ 321.

Entre outros que formam o ranking de 36 nações, a China apresentou queda de 19%, atingindo valor médio de R$ 329 por noite. Os investimentos dos indianos em hospedagem tiveram baixa de 7%, assim como dos japoneses. Essas duas nacionalidades pagaram respectivamente R$ 354 e R$ 382 a diária.

Confira a lista completa das nacionalidades que mais investiram em hospedagem no Brasil em 2013 comparada com os valores de 2012:

Posição
País/Região
2013
2012
% de alteração

1
Rússia
528
370
43%

2
Cingapura
467
500
-6%

3
França
455
331
37%

4
Austrália
454
450
1%

5
EUA
438
414
6%

6
Reino Unido
429
410
5%

7
Israel
425
377
13%

8
Hong Kong
424
374
13%

9
Noruega
422
417
1%

10
África do Sul
414
401
3%

11
Canadá
413
385
7%

12
Suíça
407
384
6%

13=
Argentina
405
340
19%

13=
Chile
405
384
5%

15=
Equador
404
367
10%

15=
México
404
350
15%

17
Dinamarca
401
346
16%

18
Suécia
392
394
-1%

19=
Finlândia
391
326
20%

19=
Paraguai
391
284
38%

21=
Panamá
382
391
-2%

21=
Japão
382
410
-7%

23
Colômbia
370
351
5%

24=
Holanda
359
341
5%

24=
Coreia do Sul
359
309
16%

26=
Irlanda
357
362
-1%

26=
Alemanha
357
337
6%

26=
Itália
357
341
5%

29
Índia
354
379
-7%

30
Peru
343
342
0%

31
Uruguai
332
324
3%

32
Espanha
331
283
17%

33
China
329
405
-19%

34
Taiwan
327
282
16%

35
Venezuela
321
402
-20%

36
Portugal
296
293
1%


Mais informações e a cópia gratuita do relatório estão disponíveis no site www.hotels.com/hotel-price-index.

Fonte:S2Publicom