Turismo

Home/ Notícias Online/ Turismo/ Turistas da Copa deixaram R$ 3...

Turistas da Copa deixaram R$ 311,5 milhões no país

Publicada em : 03/07/2013

Dados levam em conta gastos diretos de visitantes estrangeiros, nacionais, delegações e seleções


Com o fim da Copa das Confederações no Brasil, já é possível mensurar os benefícios que o mundial trouxe para as seis cidades-sede no âmbito do turismo. A estimativa do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) é que os visitantes tenham deixado, pelo menos, R$ 311,5 milhões em despesas durante os 15 dias do campeonato. O número leva em consideração a quantidade de turistas e o tempo de permanência nas cidades que receberam os jogos.

"Esses números mostram como os megaeventos trazem um retorno direto à economia local", avalia o presidente da Embratur, Flávio Dino. "Uma parte importante desses recursos vai diretamente ao bolso de comerciantes locais, vendedores de rua e pequenos empreendedores", disse.

O cálculo é feito com base nos gastos de turistas estrangeiros (R$ 69 milhões), nacionais (R$ 172 milhões) e das seleções e delegações (R$ 70 milhões). Segundo Dino, a estimativa ainda é superficial, pois leva em consideração apenas as despesas dos visitantes e não contempla a movimentação da cadeia produtiva local com a organização do evento.

Para o secretário de Turismo do Distrito Federal, Luis Otávio Neves, os dados, ainda que incompletos, já possibilitam antecipar um pouco mais dos benefícios que serão trazidos pela Copa do Mundo de 2014.

"A Copa das Confederações atraiu, só para Brasília, 11.521 turistas. Trata-se um evento teste que não tem a mesma atratividade de turistas que a Copa do Mundo, quando são esperadas 600 mil pessoas a mais na cidade. No evento deste ano, tivemos um ganho estimado de R$ 22 milhões só com despesas diretas. Na Copa de 2014, teremos um legado impressionante", comentou o secretário.

A Embratur também divulgou que a quantidade de pessoas que acompanharam a disputa entre Brasil e Itália, na Copa das Confederações, pela televisão ultrapassou 50 milhões, dos quais 10 milhões eram italianos. O número é maior do que qualquer jogo da Itália ao vivo na fase classificatória para a Copa do Mundo 2014 e superior ao das partidas ao vivo da Liga dos Campeões da UEFA na temporada 2012/2013.

Fonte:Assessoria de Comunicação da Secretaria de Turismo do Distrito Federal