Turismo

Home/ Notícias Online/ Turismo/ Pontos Turísticos em São Paulo

Pontos Turísticos em São Paulo

Publicada em : 21/02/2013

Região da Paulista tem dois dos cinco locais mais procurados nas Centrais de Informação Turísticas da capital paulista


Dois dos três pontos turísticos mais procurados por estrangeiros nas Centrais de Informação Turísticas (CITs) da cidade de São Paulo em 2012 estão na região da Avenida Paulista, segundo dados da pesquisa realizada pelo Observatório de Turismo da empresa SPTuris – São Paulo Turismo. O Museu de Arte de São Paulo (MASP) lidera o ranking, que tem a Avenida Paulista no terceiro lugar. Quando se trata de turistas brasileiros, o ranking mantém o MASP no topo da lista dos pontos mais procurados, com a Avenida Paulista aparecendo em quinto lugar.
A informação, divulgada nesta semana, não apenas ressalta a importância da atuação da  Associação Paulista Viva (APV) ao longo de seus 16 anos de atividades, mas também pode ser considerada reflexo do trabalho desenvolvido pela entidade, cuja atuação é focada na melhoria da qualidade de vida, preservação, segurança e valorização da região da Avenida Paulista.
De acordo com o estudo, que ouviu 4.817 turistas, 35,2% das informações solicitadas por estrangeiros nas CITs relacionavam-se ao MASP e à Avenida Paulista, enquanto, entre os turistas brasileiros, os dois pontos foram motivo de 29,7% das solicitações de informações. “Esses dados indicam como é importante a preocupação de estimular o desenvolvimento da região da Paulista e o incentivo às manifestações culturais e artísticas em seu entorno, que a Associação Paulista Viva tem como premissas básicas em seu plano de atuação”, afirma Antonio Carlos Franchini Ribeiro, presidente da APV.
Com sua filosofia de preservar e promover a qualidade de vida de quem mora ou trabalha na região da Avenida Paulista, a APV criou o Núcleo de Economia Criativa da Associação Paulista Viva (NEC-APV). Ele é inspirado pelo conceito de Fair Trade, comércio justo, e tem a missão de fomentar o desenvolvimento da economia criativa através de ações que propiciem inclusão produtiva e social; bem como aperfeiçoar os meios de produção e facilitar o acesso de seus produtos aos mercados consumidores prezando a qualidade. A iniciativa faz parte do projeto “Paulista Viva e Sustentável” que apresenta o tema economia criativa sob a ótica dos diversos agentes ligados à gestão social, cultural e do meio econômico, ambiental e acadêmico.
“A pesquisa do Observatório de Turismo da SPTuris mostra que, por seu atrativo aos turistas estrangeiros e brasileiros, a Avenida Paulista precisa de uma iniciativa como o NEC-APV. Há muito o que se evoluir quando falamos de economia criativa na região e estamos trabalhando neste sentido”, completa o presidente a Associação Paulista Viva.

Fonte:Casa do Bom Conteúdo