Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Ministério da Saúde inaugura n...

Ministério da Saúde inaugura nova unidade da Rede Hora Certa

Publicada em : 07/01/2014

Objetivo é reduzir o tempo de espera para a realização de exames e cirurgias pelo Sistema Único de Saúde. Ministro Alexandre Padilha participou da solenidade, onde anunciou recursos para ações de saúde na capital.

Divulgação
O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, participou nesta segunda-feira (06) da inauguração de mais uma unidade da Rede Hora Certa Lapa, na cidade de São Paulo. A unidade tem capacidade de realizar 8,4 mil consultas, 2,1 mil exames e 200 cirurgias por mês e tem objetivo de reduzir o tempo de espera para a realização de exames e cirurgias pelo Sistema Único de Saúde (SUS) na capital. A unidade terá investimento do Ministério da Saúde de R$ 1,5 milhão para aquisição de equipamentos. E o município de São Paulo aplicou R$ 1,7 milhão.

“A Rede Hora Certa, além de ampliar o atendimento à população também ajuda na reestruturação da Atenção Básica da cidade, uma das prioridades do Ministério da Saúde. Este é mais um equipamento que amplia o serviço de atenção à saúde a toda população”, disse Padilha, acrescentando que esta unidade passa a ofertar atendimento em 14 especialidades. “Com esta unidade, a população tem acesso consultas com especialistas, exames e, se necessário, uma cirurgia. Tudo no mesmo local, assim é possível reduzir o tempo de espera e usuário ganha mais agilidade no atendimento”, completa.

Durante a inauguração, o ministro Padilha anunciou ainda a liberação de recursos - por meio de convênios e contratos de repasse - de R$ 71,9 milhões para a Rede de Urgência e Emergência, além de R$ 9,7 milhões para a capacitação, estudos e pesquisa sobre a saúde mental e implantação do programa Telessaúde Brasil Redes, pela secretaria municipal de Saúde. O Telessaúde beneficiará 250 Unidades Básicas de Saúde na capital, além de outros 110 serviços de saúde. Também foram anunciados R$ 21,1 milhões para a Fundação Faculdade de Medicina e para o Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da USP para a realização de estudos e pesquisas para ações de vigilância, prevenção e controle da malária, tuberculose e saúde do trabalhador.

HORA CERTA - A nova unidade da Rede Hora Certa Lapa atenderá a diversas especialidades, como cardiologia, cirurgia vascular, neurologia e urologia. Com duas salas cirúrgicas e três leitos de recuperação pós-anestésico, além do atendimento de diversas especialidades, serão realizados seis tipos de cirurgias, como fimose, adenoide e vasectomia. Também serão ofertados exames como colonoscopia, eletrocardiograma, ecocardiograma, endoscopia, histeroscopia diagnóstica, holter, monitoramento ambulatorial da pressão arterial (MAPA), nasofibroscopia, radiologia, teste ergométrico e ultrassonografia.

AÇÕES - O ministro também anunciou o repasse de recursos, através de convênios, de aproximadamente R$ 10 milhões para a manutenção e desenvolvimento de ações de saúde por instituições e Organizações Não Governamentais (ONGs). O Hospital Samaritano receberá R$ 4,4 milhões para projetos de qualificação em doação de transplantes; R$ 2,8 milhões para a Fundação Pró-Sangue Hemocentro, Fundação Oswaldo Ramos, Fundação Antonio Prudente e  Centro de Oftalmologia Tadeu CVintal para aquisição de materiais permanentes. E para as ONGs (Associação Beneficente Nossa Senhora do Pari, Casa de David Tabernáculo Espírita para Excepcionais; Projeto Bem-Me-Quer e Grupo de Incentivo à Vida) também será repassado R$ 1,2 milhão para aquisição de materiais.

Fonte:Ubirajara Rodrigues, da Agência Saúde – Ascom/MS