Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Campanha alerta sobre impactos...

Campanha alerta sobre impactos do transtorno bipolar

Publicada em : 24/07/2013

Estrela da campanha, Luciano Szafir, expôs sua experiência com um amigo de infância que sofria com o transtorno


Em alguns dias, a sensação de aumento de energia e euforia excessiva parece explodir em seu corpo. Porém, em questão de minutos, o humor vira de cabeça para baixo e um sentimento de irritabilidade, apatia, culpa, dificuldade de concentração e, por fim, o pessimismo invade a sua alma. Talvez você não saiba, mas tudo indica que esteja convivendo com o transtorno bipolar. Para alertar sobre os sintomas e prejuízos causados pela doença, a H2OTierra lança a Campanha do Transtorno Afetivo Bipolar (TAB), criado para a Associação Brasileira de Psiquiatria, que conta com apoio do Laboratório Abbott.

As peças promocionais assinadas pela agência têm foco nos sintomas e consequências do não tratamento do transtorno bipolar, bem como alertam para importância de diagnosticá-lo e procurar ajuda psiquiátrica.

Nas peças para revistas, a estrela da campanha, Luciano Szafir, expôs sua experiência pessoal. O ator discorre sobre a convivência desde a infância com um “amigo” que trazia mudanças bruscas de temperamento e sintomas de negativismo, agressividade, desinibição, irritabilidade e falta de prazer.

Já o pôster para divulgação nas estações da Linha Azul do metrô de São Paulo tem como mote “Variações de humor não podem ser controladas”, contrapondo a expressão triste e alegre de uma mulher.

O objetivo da ação é despertar a consciência para os perigos da doença, cujo diagnóstico é difícil e pode ser confundido com depressão. Segundo dados da Organização mundial da Saúde (OMS), atualmente o problema atinge 2,2% da população e é considerada uma das principais causas de incapacitação entre todas as doenças, além de ser responsável por casos de suicídios.

“A campanha vai abrir os olhos da população para os prejuízos funcionais e sociais que a doença pode causar e também aconselhar pessoas próximas sobre sintomas e tratamento”, ressalta Ygor Caldeira, diretor executivo da H2OTierra.

Fonte:Lucia Faria Inteligência em Comunicação