Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Doenças isquêmicas são as prin...

Doenças isquêmicas são as principais causas de morte

Publicada em : 09/05/2013

Levantamento realizado pela Secretaria de Estado da Saúde mostra que 75 pessoas morrem por dia no Estado de São Paulo


A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, em levantamento inédito, mostra que doenças isquêmicas do coração são as maiores causas de óbitos no Estado de São Paulo. Em 2011, foram 27.692 casos em todo o Estado de São Paulo, cerca de 75 mortes por dia.

Doenças isquêmicas do coração são dores ou desconfortos no peito, que ocorrem quando uma parte do coração não recebe sangue suficiente para bombear de maneira adequada. Isso ocorre devido à formação de placas gordurosas nas artérias, que diminuem o fluxo de sangue que passa pelo coração.

As principais causas das isquemias no coração são diabetes, hipertensão, colesterol alto e pessoas que tenham histórico de problemas cardíacos na família, principalmente pai e mãe. O avanço da idade e sedentarismo também podem contribuir para o desenvolvimento dessas doenças. Os sintomas são dores ou pressão no peito e falta de ar.

As doenças isquêmicas do coração podem ser crônica ou aguda. Na isquemia crônica, o paciente sente dores no peito com alguns períodos de intervalo. Já a isquemia aguda é considerada um infarto.

“Em ambos os casos, é recomendado que o paciente procure um médico imediatamente e nunca espere a dor passar ou tomar algum medicamento.”, explica Marcelo Sampaio, cardiologista do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, unidade da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo.

Além das doenças isquêmicas do coração, as principais causas de morte no Estado de São Paulo em 2011, foram: acidentes vasculares cerebrais (AVCs), com 21.754 óbitos no Estado, outras doenças cardíacas, como insuficiência cardíaca, com 17.629, seguida por doenças crônicas das vias aéreas inferiores, como pneumonia e bronquite, com 10.212 mortes, diabetes, com 10.067, tumores malignos, com 8.693 e doenças hipertensivas, 8.034. Entre as 10 doenças que mais levam ao óbito no Estado, as que constam menores números são acidentes de transporte, 7.343 e complicações decorrentes de doenças do aparelho digestivo, com o total de 6.998 óbitos no Estado.

Fonte:Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo