Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Banco de Leite precisa de mais...

Banco de Leite precisa de mais doações

Publicada em : 21/03/2013

Nesta primeira quinzena, o serviço recebeu doação de 95 mães, mas ainda não é o suficiente para atender com margem de segurança


O Banco de Leite Humano do Hospital Municipal Universitário (HMU) de São Bernardo do Campo está operando com estoque 53% abaixo da capacidade mensal, de 300 litros, quantidade insuficiente para atender com margem de segurança até o final deste março.

Nesta primeira quinzena, 95 mães doaram, beneficiando 72 recém-nascidos, prematuros de alto risco que precisam ficar internados por meses e cujas mães produzem pouco leite. De acordo com a responsável pelo Banco, Nerli Andreassa, hoje a unidade dispõe de apenas 142 litros. 

“Um dos fatores para a diminuição foi o descredenciamento de 22% das doadoras de leite materno. Várias coisas explicam essa queda, como o retorno delas ao trabalho, viagens e redução na produção do leite excedente”, esclareceu Nerli.

Para reforçar a importância da amamentação e estimular a doação de leite materno, a Prefeitura promove campanhas nas 32 Unidades de Saúde Básica (UBSs) da rede e nos hospitais. A equipe do HMU realiza ainda ações de sensibilização junto às gestantes e mães que acabaram de dar à luz.

 Um das beneficiadas pelo leite é Maria Clara, que nasceu prematura, pesando somente 840 gramas e com apenas 30 centímetros.  Há quatro meses, a pequena sãobernardense está internada na maternidade do HMU sob cuidados médicos e dedicação integral da mãe, Claudia da Rocha Viotto. Graças ao empenho da equipe, a menina chegou a 2.060 quilos tem agora 44 cm. Em breve ela deve receber alta do hospital.

Para Claudia, um dos fatores mais importantes na recuperação da filha está sendo a solidariedade das doadoras do Banco de Leite Humano. “Tive complicações na gravidez, quando ela nasceu, até tive leite para amamentar, mas secou. Por isso, participar dessa ação é tão importante, porque é um alimento essencial para todos os bebês”, comentou.

Como participar - A coleta do leite humano é feita pela própria doadora, em sua residência. O material para o armazenamento é fornecido pelo HMU, que vai buscar posteriormente o recipiente no domicílio.

O Banco de Leite Humano fica na Avenida Bispo César D’Acorso Filho, 161, no Bairro Rudge Ramos. O cadastro pode ser feito por telefone ou pessoalmente. Mais informações pelo telefone 4365-1480 (ramal 1203).

Fonte:Prefeitura de São Bernardo do Campo