Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Combate à dengue em SP

Combate à dengue em SP

Publicada em : 20/11/2012

Cerca de 25 mil agentes irão atuar no combate ao mosquito


Começou a Semana Estadual de Mobilização Contra a Dengue, organizada pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, que pretende acabar com focos de proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, e alertar à população em todo o Estado.

A Secretaria vai reunir cerca de 25 mil agentes para atuar no combate ao mosquito. Só na capital, cerca de 50 agentes da Superintendência de Controle de Endemias (Sucen) vão atuar nos locais com grande incidência de dengue. No total, são 110 profissionais que trabalharão como agentes especiais na cidade.

Por todo o Estado foram programadas atividades especiais, entre arrastões, panfletagens, pedágios, distribuição de adesivos e imãs de geladeira, palestras, apresentações de teatro, exposições e passeatas, além de mutirões de limpeza, visitas casa a casa, remoção de criadouros e visitas de imóveis estratégicos e especiais, como cemitérios e ferros-velhos.

Cada município programou suas atividades, que acontecem até dia 23 de novembro, sexta-feira. A Secretaria também irá distribuir 4 milhões de panfletos e cartazes aos municípios.

“A semana é um esforço pontual envolvendo todo o Estado, mas é importante frisar que o combate à dengue deve ocorrer durante todo o ano e a população tem papel extremamente importante nesta questão”, afirma Giovanni Guido Cerri, secretário de Estado da Saúde de São Paulo.

A Secretaria investe anualmente R$ 40 milhões para ajudar os municípios paulistas no combate à dengue, incluindo.

Desde 2010 o registro de casos de dengue tem caído no Estado. Neste ano, até o momento, foram registrados 21.063 casos. O número é 76,5% inferior ao total do mesmo período em 2011, quando foram registrados 89.785 casos. Em 2010, houve 189.330 casos da doença.

Dos 645 municípios do Estado de São Paulo, 342 não notificaram nenhum caso autóctone de dengue em 2012. Além disso, 31% dos casos deste ano concentram-se na região do Vale do Paraíba e Litoral Norte, que notificou ao Sinan 6.526 ocorrências (veja quadro por região abaixo).

Ainda de acordo com as notificações dos municípios, foram registradas 12 mortes por dengue autóctone até o mês de outubro deste ano, nos municípios de Araçatuba, Caraguatatuba, Guaratinguetá, Ibirá, Novais, Pontal, Praia Grande, Santa Rosa de Viterbo e São José do Rio Preto, além da capital paulista, com três óbitos registrados. As mortes representaram 0,05% do total de casos.

Fonte:Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo