Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ 1000 vagas de residência médic...

1000 vagas de residência médica

Publicada em : 25/10/2012

Médicos formados no exterior podem participar da seleção, desde que validem seus diplomas no Brasil


A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo está com inscrições abertas até o dia 31 de outubro para mil vagas de residência médica. Há bolsas disponíveis em 54 hospitais que atendem pelo SUS (Sistema Único de Saúde) em todo o Estado de São Paulo.

O governo do Estado custeará metade do total de bolsas oferecidas. As demais serão financiadas por municípios e pela rede privada que atende pelo SUS (Sistema Único de Saúde). As provas serão realizadas no dia 2 de dezembro e visam oferecer formação em 43 especialidades para os médicos recém-formados.

Em abril deste ano o Programa de Bolsas de Residência Médica foi ampliado com de 280 novas bolsas. Ao todo o Estado custeia hoje 5.331 bolsas, dentre as que estão sendo utilizadas e as que foram disponibilizadas para este concurso. O investimento é de R$ 158,8 milhões por ano

Segundo a médica Irene Abramovich, coordenadora da área de Residência Médica da Secretaria, todas as vagas oferecidas são em hospitais devidamente credenciados pela Comissão Nacional de Residência Médica do MEC (Ministério da Educação).

“A Secretaria de Estado da Saúde tem uma grande preocupação com a formação dos novos profissionais. Quanto mais médicos fazendo residência hoje, mais gente bem-formada teremos atuando na saúde amanhã”, disse.

O valor das bolsas é de 2.384,82 por mês e a carga horária, de 60 horas semanais. Em 2010, 10 mil médicos se inscreveram e no ano passado houve crescimento de 10% no número de inscritos, que passou para 11 mil.

Médicos formados no exterior podem participar da seleção, desde que validem seus diplomas no Brasil. Médicos estrangeiros que se formaram no Brasil também podem se inscrever e precisam provar o domínio da Língua Portuguesa.

‘Treineiros’
A grande novidade do processo seletivo deste ano é a abertura da prova para “treineiros” (alunos). Estudantes de medicina que quiserem poderão participar da prova e para isso basta fazer a inscrição. Somente eles terão acesso às suas notas.

“Abrimos espaço para os “treineiros” porque queremos desmistificar a prova para residência, além de permitir que os estudantes de medicina detectem as áreas para as quais precisam estudar mais”, disse Irene.

As inscrições custam R$ 149,70 e devem ser feitas pelo site www.concursosfcc.com.br. As provas serão realizadas na capital. 

Fonte:Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo