Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Casos de otite externa mais qu...

Casos de otite externa mais que dobram no verão

Publicada em : 13/01/2012

Confira as principais dicas para cuidar da sua saúde auditiva nessa época do ano

Durante a estação mais quente do ano, fica difícil resistir a um bom banho de praia ou de piscina. No entanto, estas atividades comuns nos primeiros meses aliadas ao calor e à umidade do verão podem favorecer o aumento de inflamações e infecções no ouvido. Segundo a Sociedade Brasileira de Otologia (SBO) os casos de otite externa mais que dobram durante esse período, tornando-se a principal queixa dentro dos consultórios otorrinolaringológicos.

A otite externa pode ser definida como a infecção que atinge o canal externo do órgão auditivo. Segundo o otorrinolaringologista e presidente da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia, Dr. Marcelo Hueb, o contato excessivo com a água e a umidade são as principais causas das infecções durante o verão, além, é claro, dos hábitos assumidos pela população durante os meses mais quentes.

O contato constante com a água quando o ambiente está úmido e quente pode modificar o revestimento do canal auditivo externo, retirando a proteção do local, o que pode ocasionar descamação e coceira. Esse incômodo provoca a necessidade de o paciente secar o ouvido constantemente, causando escoriações que facilitam a entrada de bactérias e fungos.

Segundo o Dr. Marcelo Hueb, a tríade “não molhar, não coçar e procurar o otorrinolaringologista” é a melhor maneira de prevenir este problema. “Procurar o otorrinolaringologista significa não apenas visitas periódicas, mas também visitas prévias ao verão. De uma maneira geral, em relação às otites externas, prevenir é sempre o melhor remédio, principalmente em recém-nascidos, idosos ou pacientes debilitados”, explica ele.

A otite externa afeta adultos e crianças e deve ser diferenciada da otite média aguda, que apresenta maior incidência nos meses de inverno e em crianças até os seis anos de idade. Entre os principais sintomas da otite externa estão dor, coceira, secreção e diminuição da audição.

O médico dá algumas dicas sobre como prevenir a otite externa neste verão.

6 Dicas para preservar sua saúde auditiva:
1. Nunca pingue nada no ouvido além dos remédios recomendados pelo seu médico;
2. Evite nadar e mergulhar em águas poluídas;
3. Nunca introduza cotonetes, grampos ou outros objetos no canal externo do ouvido;
4. Seque bem os ouvidos após nadar, mergulhar ou após o banho. Use apenas uma toalha de papel ou mesmo papel higiênico na ponta do dedo indicador;
5. Nadadores com otite externa recorrente não devem se esquecer dos protetores auriculares e de secar bem os ouvidos após o contato com a água;
6. Procure sempre um otorrinolaringologista quando tiver dor de ouvido. Outras doenças podem estar associadas a esta dor ou mesmo à otite externa, e somente o médico poderá orientá-lo sobre os cuidados necessários.

Fonte:Sintonia Comunicação