Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Doenças bacterianas aumentam 3...

Doenças bacterianas aumentam 30% no verão

Publicada em : 04/01/2012

Conjuntivite, diarréia e otite são comuns neste período do ano

A mudança de rotina é notável com a chegada do verão, mas é nesta fase que as tão sonhadas férias podem sofrer alguns contratempos com a alta incidência das bactérias, em razão dos banhos de mar ou piscina e até mesmo por intoxicação alimentar, causada geralmente pela má conservação dos alimentos.

Segundo o patologista clínico e presidente regional da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica do Rio de Janeiro, Dr. Helio Magarinos Torres, algumas doenças bacterianas como otites, conjuntivites e diarréias lideram o ranking das mais comuns no verão, com um aumento significativo de casos, entre 20% e 30%. “As patologias bacterianas mais corriqueiras estão relacionadas aos germes transmitidos pela água e alimentos e ocorre também por meio do contágio de pessoa para pessoa”, revela.

É dever dos pais observar os hábitos dos filhos e não permitir que os jovens tomem banho de mar ou piscina sem a utilização de protetores de ouvido. Entre as crianças, a exposição excessiva à água provoca, essencialmente, a otite (infecção do ouvido). Alguns maus hábitos alimentares como a ingestão de gordura facilitam o surgimento das doenças bacterianas causadoras de diarréia, provocando a desidratação.

O Dr. Helio Torres alerta para a importância de analisar os primeiros indícios de enfermidades bacterianas como dor de ouvido, coceira nos olhos e dor de barriga. “Sempre que houver qualquer sintoma diferente, um serviço médico deve ser procurado, pois alguns casos merecem cuidados especiais logo no início do problema”, salienta o médico.

Na maioria dos casos, não é necessária a realização de exames clínicos para diagnosticar as doenças bacterianas. Quando necessários, os testes consistem na identificação de germes e no antibiograma, que determina o melhor medicamento a ser utilizado. Para o tratamento, são recomendados medicamentos antibióticos para alcançar um grande número de germes e exterminá-los.

Mesmo que a incidência das bactérias no verão seja alta, algumas medidas preventivas podem combater o risco de se contrair tais doenças. Hábitos de higiene pessoal como lavar as mãos e a manutenção adequada dos alimentos, mantendo-os na temperatura ideal para cada tipo, são maneiras de afastar as bactérias e aproveitar plenamente o verão.
 

Fonte:Saúde em Pauta