Notícias

Home/ Notícias Online/ Notícias/ Economia na água

Economia na água

Publicada em : 13/05/2014

Sabesp se une a 50 mil comércios e edifícios para reduzir o consumo de água

divulgação
Administradoras de condomínios, imobiliárias, supermercados, bares e restaurantes são os mais novos parceiros da Sabesp na campanha pelo uso racional da água no Estado de São Paulo. A companhia firmou acordo com as entidades que representam esses setores para ampliar a conscientização sobre a importância de utilizar a água de maneira racional.

Dessa forma, funcionários de mais de 50 mil comércios e edifícios receberão treinamento para economizar água no dia a dia de suas atividades. Outra frente de ação será a capacitação para pesquisas de vazamentos com os profissionais de manutenção dos estabelecimentos. Haverá também campanha de marketing voltada à conscientização.

Para ter uma ideia da importância dessas parcerias, um hipermercado costuma consumir, em média, 6 milhões de litros de água por mês. Se ele diminuir seu consumo em 20%, serão economizados 1,2 milhão de litros por mês. É água potável suficiente para abastecer 100 casas.

Ou seja, se 150 hipermercados fizerem o mesmo, sobrará água suficiente para abastecer 57 mil pessoas – o equivalente à população de bairros como República, Butantã ou Vila Guilherme.

As parcerias foram firmadas com as seguintes entidades setoriais: Aabic (Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo); Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes); Apas (Associação Paulista de Supermercados); e Secovi (Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo).

Esse trabalho faz parte de uma grande ação de conscientização que procura engajar diversos setores da sociedade no projeto “Guardião das Águas”, da Sabesp. O objetivo é combater o desperdício de água, especialmente diante da inédita falta de chuvas que levou o Sistema Cantareira ao pior nível da história. Esse sistema é responsável pelo abastecimento de parte da capital e de mais 10 cidades da Grande São Paulo.

Com os treinamentos, espera-se também que condomínios e comércios conquistem o bônus na conta de água devido à redução no consumo. Clientes que atingem pelo menos 20% de redução de consumo recebem o bônus financeiro de 30% de desconto.

Benefícios para grandes comércios e indústrias

Outra novidade adotada pela Sabesp para estimular a economia de água beneficia desde fevereiro os grandes consumidores que são clientes da Companhia. Foi suspensa a exigência de consumo mínimo para os clientes de Demanda Firme na Grande São Paulo. Com isso, as empresas e indústrias que mantêm esse tipo de contrato podem diminuir seu consumo para um volume abaixo do mínimo acordado. Além disso, foi liberada para esses clientes a utilização de outras fontes de abastecimento.

Todos esses grandes clientes foram visitados pessoalmente e receberam orientações para evitar o desperdício e contribuir para a redução de consumo diante da situação inédita de seca registrada no Sistema Cantareira. Vale ressaltar que os clientes de Demanda Firme têm direito a tarifas mais baixas, vantagem que continua válida.

Fonte:Assessoria de imprensa da Sabesp