Notícias

Home/ Notícias Online/ Notícias/ Comércio cresce 8,6% em fevere...

Comércio cresce 8,6% em fevereiro em SP

Publicada em : 11/03/2014

Associação Comercial

Divulgação
As vendas no comércio paulistano cresceram em média 8,6% em fevereiro ante o mesmo período de 2013, segundo o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Ao serem analisadas separadamente, as vendas a prazo e à vista saltaram 8,9% e 8,3%, respectivamente. Elas são avaliadas pelo IMC (Indicador de Movimento do Comércio a Prazo) e pelo ICH (Indicador de Movimento de Cheques/vendas à vista).

O presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Rogério Amato, explica que as vendas foram bem maiores ante 2013 porque no ano passado o Carnaval foi em fevereiro. "Na capital paulista, o Carnaval provoca o êxodo da população, esvazia o comércio e provoca queda nas vendas. Datas móveis causam oscilações como essa. O mesmo poderá ocorrer durante a Copa do Mundo e as eleições, quando compararmos com as vendas de 2013", avalia Amato.

O fato de fevereiro de 2014 ter tido um dia útil mais do que 2013 também ajudou a impulsionar as vendas.

O presidente da ACSP antecipa que as vendas na primeira quinzena de março deste ano - período do Carnaval - deverão mostrar efeito contrário.

Em relação a janeiro, o IMC revela que as vendas a prazo caíram 12,1%. O ICH também mostra queda de 8,5% nas vendas à vista. Essas diminuições são sazonais: janeiro foi forte para o comércio devido às liquidações e aos 2 dias úteis a mais em comparação com fevereiro.    

Inadimplência e crédito 

Os dados do IRI (Indicador de Registro de Inadimplentes, que mede o volume de carnês em atraso) e do IRC (Indicador de Recuperação de Crédito, que mostra o total de registros quitados ou renegociados) sugerem estabilidade na inadimplência, embora os números sejam altos se vistos isoladamente.

Em fevereiro, o IRI cresceu 10,1% e 12,1% ante o mesmo período de 2013 e em relação a janeiro, respectivamente. O IRC também teve aumentos, de 10,8% e 14,9% ante fevereiro de 2013 e janeiro de 2014.

"Os números de carnês em atraso e de recuperação de crédito estão altos porque também estão distorcidos pelo feriado de Carnaval em fevereiro de 2013. Não devem, portanto, ser vistos com preocupação. A inadimplência está estável e a propensão é de queda nos próximos meses", observa Rogério Amato. 

Já os crescimentos ante janeiro foram sazonais. As compras à prazo de Natal geraram endividamento - os atrasos começaram a aparecer em fevereiro. Isso explica o aumento do IRI. Já o IRC subiu devido à ausência de Carnaval em fevereiro e a pagamentos de férias.   

Os dados do Balanço de Vendas da ACSP são feitos a partir de amostra fornecida pela Boa Vista Serviços.

Novos balanços

O Balanço de Vendas da ACSP passará a informar o desempenho do comércio no Estado e nas regiões paulistas. Os novos balanços serão possíveis graças a um convênio entre a ACSP e a Secretaria Estadual da Fazenda, firmado dia 26/2, que vai permitir a troca de informações de interesse comum sobre a atividade econômica do setor. A previsão é de que os novos balanços da ACSP saiam a partir de abril.

Fonte:Ana Cecília Panizza