Notícias

Home/ Notícias Online/ Notícias/ Linha 18 do metrô

Linha 18 do metrô

Publicada em : 03/02/2014

Tamanduateí a São Caetano, São Bernardo e Santo André

Fábio Arantes / Secom
O prefeito Fernando Haddad assinou nesta quarta-feira (29) convênio com o governo estadual para a construção da linha 18 - Bronze do metrô, que ligará por monotrilho a capital às cidades de São Caetano, São Bernardo e Santo André, no ABC paulista. A Prefeitura será responsável por desapropriações nos locais onde serão construídas as vigas de sustentação para os trilhos.

Durante a solenidade de assinatura da parceria público-privada para a obra, Haddad apontou a importância das melhorias em mobilidade urbana para a qualidade de vida nas grandes cidades. “Estamos em um momento de transformação. Em poucos anos a cidade e a região metropolitana mudarão completamente. Apenas o que foi feito no ano passado, no sentido de priorização de transporte público aumentou 16% a velocidade dos ônibus. As centrais sindicais desde 1988 lutam pela redução de jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais. E nós com 300 km de faixas exclusivas demos as quatro horas por semana para 70% dos trabalhadores da capital”, afirmou o prefeito.

Nesta manhã, foi lançado o edital de concorrência para parceria público-privada da construção operação e manutenção da nova linha, que terá 15,7 quilômetro de extensão e deverá transportar 314 mil passageiros por dia. Serão 13 estações, passando por São Paulo, São Caetano, São Bernardo e Santo André, integrada à linha verde do metrô, na estação Tamanduateí. "As prefeituras vão ceder todas as áreas para a passagem do monotrilho. Pela primeira vez o metrô sai da cidade de São Paulo. Serão 26 trens, cada trem tira da rua 560 carros e 12 ônibus com 70 pessoas", explicou o governador Geraldo Alckmin. A expectativa é que as obras se iniciem em 6 meses.
A obra receberá investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Grandes Cidades. A participação do Governo Federal é de R$ 1,6 bilhão, sendo R$ 400 milhões de Orçamento Geral da União (OGU) e R$ 1,2 bilhão de financiamento público com juros subsidiados. O valor total da obra é de R$ 4,2 bilhões.

Fonte:Secretaria Executiva de Comunicação