Notícias

Home/ Notícias Online/ Notícias/ Virada Cultural no Sesc Santan...

Virada Cultural no Sesc Santana

Publicada em : 06/05/2013

Fim de semana contará com muita música, literatura e espetáculos infantis


Nos dias 18 e 19 de maio, o Sesc, em parceria com a Prefeitura Municipal de São Paulo, realiza a Virada Cultural em diversas unidades da capital. Serão 24 horas ininterruptas de atividades culturais e artísticas. O Sesc Santana conta com uma programação especial livre e gratuita, com uma diversidade de apresentações que caminham pela música, artes plásticas, literatura e espetáculos infantis. Confira a programação:

MÚSICA
CLUBE DO BALANÇO | 18/05. Sábado, às 21h.
Show com a banda de samba-rock que mantém a tradição dos clubes de música negra de São Paulo surgidos na década de 1960. O grupo é formado por Marco Mattoli, (guitarra e voz), Edu Salmaso (baterista), Fred Prince (percussionista), Fumaça (percussionista), Tiquinho (trombonista), Marcelo Maita (tecladista), Gringo Pirrongeli (baixista), Reginaldo Gomes (trompete) e Tereza Gama (voz). Lugares limitados.
Local: Quintal.

MOVIMENTO ELEFANTES | 18/05. Sábado, das 18h às 3h.
Show contínuo de nove das dez big bands participantes do coletivo que promove a música instrumental. Com as bandas Orquestra HB, Projeto Coisa Fina, Banda Jazzco, Banda Savana, Big Band da Santa, Speakin Jazz Big Band, Orquestra Urbana Arruda Brasil, Grupo Comboio e Banda Urbana. Lugares limitados.
Local: Teatro.

RINHA DE MC´S | 18/05. Sábado, às 18h.
Batalha de improvisação de rimas comandada pelo DJ Dan Dan. As batalhas, ou ´rinhas´, são encontros tradicionais no hip hop em que dois MC’s duelam entre si com rimas improvisadas e faladas em cima de uma base (batida) tocada pelo DJ. As batalhas tiveram sua origem nos anos 1960 nas ruas dos subúrbios de Nova York. Lugares limitados.
Local: Quintal.

MOACYR LUZ E SAMBA DO TRABALHADOR | 19/05. Domingo, às 15h.
Lançamento do segundo CD da roda de samba comandada pelo cantor e compositor Moacyr Luz. Realizada toda segunda-feira no Clube Renascença, antigo reduto do movimento negro no Rio de Janeiro, surgiu como descontração e se tornou referência no país. O grupo é formado por Moacyr Luz, Gabriel Cavalcante, Alexandre Nunes, Daniel Neves, Álvaro Santos, Minga Silva, Luiz Augusto, Junior de Oliveira e Nison Visual. Lugares limitados.
Local: Quintal.

MOVIMENTO SINCOPADO | 19/05. Domingo, às 11h.
Show de seis grupos de choro que integram o movimento paulistano que busca fortalecer o trabalho de cada integrante ao proporcionar uma estrutura colaborativa de gestão cultural, produção, comunicação e pesquisa sobre a música instrumental brasileira. Com Bora Barão, André Parisi e Conjunto Língua Brasileira, Coisa da Antiga, Allan Abbadia e Conjunto, Central do Choro e Felipe Soares e Conjunto. Lugares limitados.
Local: Quintal.

ARTES PLÁSTICAS E VISUAIS

O NOME DA COR | 18 e 19/05 Sábado, das 18h às 3h. Domingo, das 10h às 18h.
A percepção da cor é relativa. Esta exposição busca sensibilizar o público a partir da diversos elementos que traduzem esta lógica, como as cores aditivas e subtrativas, o espectro visível, as sombras coloridas, efeitos óticos, a cor na arte e na natureza e a imersão na cor. Lugares limitados.
Local: Convivências I, II e Jardim.

Invencionário, por Olavo Tenório | 18 e 19/05. Sábado, das 18h às 3h. Domingo, das 10h às 18h.
Olavo Tenório é um artista plástico paranaense, radicado em São Paulo. Seu trabalho perpassa diversas linguagens e materiais, da escultura à fotografia, explorando a questão do espaço, seja no plano ou no tridimensional. Uma constante em suas obras é a utilização de formas geométricas. Por meio de figuras básicas, como triângulos, quadrados e círculos, o artista criou módulos, inicialmente dispostos em forma de massas aglomeradas, como ingredientes de um prato a ser servido. A obra acontece e se renova todo dia a partir da interação com o público, que será instigado a criar diferentes narrativas e significados.
Local: Foyer do Teatro.

Metrópole, por Coletivo Parábola | 18 e 19/05. Sábado e domingo, 24h.
Brasil é o país da diversidade. São Paulo, em medida, é essa diversidade e mistura de culturas do país e do mundo. O mural propõe a celebração da diversidade através de referências artísticas que enfatizam a multiplicidade de quem vive na cidade. Utilizando-se de elementos religiosos e místicos, o Coletivo Parábola constrói uma miscelânea em homenagem à metrópole.
Local: Muro da Rua Viri.

Trabalhadores de Sonhos, por William Mophos e GAFI | 18 e 19/05. Sábado e domingo, 24h.
Intervenção nos muros da paróquia de Santana, vizinha à estação de metrô homônima.
A ação inaugural do projeto aconteceu como parte das comemorações do aniversário de 229 anos do bairro de Santana e continuará trazendo artistas periodicamente. Para comemorar os 459 anos da cidade de São Paulo, os artistas William Mophos e GAFI criaram um mural, usando graffiti e pintura, inspirados no bairro de Santana e nos trabalhadores que ajudaram a construí-lo.
Local: Muros da Paróquia de Santana, vizinha à estação de Metrô Santana.

Todos Menos Um, por BASE-V | 18 e 19/05. Sábado e domingo, 24h.
O pássaro mais bicudo observa ao longe. A paisagem se forma com o resto da fauna. Todos os pássaros parecem uma só forma, o espaço se amplia e marca o horizonte. A paisagem, idealizada pelo grupo BASE-V, se constrói pelos traços e massas de cores, que ganham significados entre limites e aberturas, estimulando a percepção do público para uma leitura gráfica do espaço. BASE-V é um grupo de artistas de São Paulo formado por Zansky, Danilo Oliveira e David Magila, que atua desde 2002. Trabalham a partir da experimentação livre e improvisação, produzindo diferentes linguagens e valorizando o coletivo acima da individualidade – criando assim novas abordagens e utilizando as referências pessoais na criação de uma identidade comum. O grupo busca influir no processo de disponibilização das artes visuais ao público, tornando-as mais acessíveis em todos os âmbitos através de ações que valorizam a produção artística trazida para a esfera pública.
Local: Vitrine Sesc Santana.

LITERATURA

O QUE TE TOCA? | 18 e 19/05. Sábado, das 18h às 3h. Domingo, das 12h às 18h.
Intervenção do coletivo Dulcineia Catadora. Em um caderno preso à capa de papelão usada pelos performers, o ‘toque’ se torna uma realidade no momento da escrita que é absorvida pelos escritores participantes para recitar suas poesias, mescladas com os textos do público.
Com arrudA, Carlos Rosa, Maick NucleaR, Peri Pane, Tati Fraga e Tião Nicomedes.
Local: Diversos espaços da Unidade.

INFANTIL
TIC TIC TATI | 19/05. Domingo, às 14h e às 17h.
Em novo espetáculo musical dedicado ao público infantil, a cantora Fortuna apresenta o repertório do CD 'Tic Tic Tati', lançado em 2012 pelo Selo Sesc. Nesse trabalho, ela retoma parceria com o músico Hélio Ziskind – com quem realizou o projeto Na Casa da Ruth – e mergulha no universo literário de Tatiana Belinky. Com: Fortuna (voz). Cantores/bailarinos: Bruna Pazinato, Denise Yamaoka, Fernando Cursino, Igor Miranda, Paulo Benevides e Coro Cênico – Projeto 3ª. Idade. Músicos: Gabriel Levy (teclado e acordeom), Roberto Angerosa (bateria e percussão), Mário Aphonso III (sax e flauta), Jardel Caetano e Cesar Assolant (violão de nylon, violão de aço e cavaco). Arranjos e Direção Musical: Gabriel Levy. Direção Geral: Roberto Lage.
Distribuição de ingressos pela Rede IngressoSesc a partir do dia 18/05, às 17h.
Local: Teatro.            

Serviço:
Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Jd. São Paulo.
Dias 18 e 19/05. Sábado, das 18h às 3h. Domingo, das 10h às 18h.
Classificação indicativa: Livre
Grátis.
Ingressos: Retirada a partir das 17h do dia 18/05.
Telefone para informações: (11) 2971-8700. 
Acesso para deficientes – estacionamento – ar condicionado.
Estacionamento - R$ 7,00 período do espetáculo (desconto de 50% para matriculados no SESC).
Para informações sobre outras programações ligue 0800-118220 ou acesse o portal www.sescsp.org.br.

Fonte:Sesc