Notícias

Home/ Notícias Online/ Notícias/ 1º Circuito Contra o Preconce...

1º Circuito Contra o Preconceito

Publicada em : 11/04/2013

Ação conta com a participação da banda de reggae Tribo de Jah, formada somente por deficientes visuais


Todos os dias milhares de pessoas sofrem alguma discriminação. Seja de qual tipo for,  a verdade é que o preconceito pode prejudicar e influenciar muito na formação de qualquer pessoa, em especial a dos jovens. Sempre preocupada com o bem-estar e desenvolvimento deste público, a Coordenação de Programas para a Juventude, da Secretaria de Esporte Lazer e Juventude do Governo do Estado de São Paulo traz para São Paulo, no dia 14 de abril,  o 1º Circuito Contra o Preconceito.

Com o objetivo de unir e integrar todos os jovens como seres iguais, sem classificação de tribos, crenças, tipos físicos, preferências sexuais e sociais, a primeira corrida em prol de uma sociedade sem preconceito será realizada no Vale do Anhangabaú e reunirá cerca de 2 mil corredores,  um público geral estimado de 10 mil pessoas, além de contar com a performance da banda de reggae, Tribo de Jah e ter a presença de artistas, esportistas e formadores de opinião que levantam a bandeira contra a intolerância.

De acordo com Janaína Lima, da Coordenação de Programas para a Juventude, o projeto propõe o desenvolvimento de ações integradas em torno de diferentes eixos no combate ao preconceito, como homofobia, discriminação racial, bullying, violência à mulher, credo e deficientes físicos.

Para a entidade, a promoção de um evento que envolva, simultaneamente, a prática do esporte em nome de uma campanha contra o preconceito, com itens representativos da diversidade, visa a chamar a atenção da sociedade para o problema de uma forma interessante e diferente. “Criamos o 1º Circuito Contra o Preconceito, pois acreditamos no esporte como meio de integração do jovem para uma sociedade saudável”, afirma.


Percurso da diversidade -  Prevista para ter a largada na Rua Libero Badaró, às 8h, a maratona terá um percursos de 5 km e será dividida em 10 pelotões, separadas por cor de camiseta. No total serão 10 cores diferentes (vermelha, laranja, amarela, verde, azul, anil, violeta, branca, preta e verde limão) que simbolizaram as nuances de um arco-íris e a diversidade em geral. Os atletas passarão por locais como a Rua Boa Vista, Avenida Ipiranga, Viaduto Santa Efigênia entre outros.


Todos os participantes que concluírem o percurso receberam uma medalha pela participação e pelo apoio a manifestação. E os 20 primeiros corredores que cruzarem a linha de chegada serão agraciados com uma premiação especial.

Celebrando a integração - Buscando unificar ainda mais o público que não participará da corrida, ao redor do Vale do Anhangabaú, serão instalados quiosques, cada um direcionado a combater uma determinada espécie de preconceito. Também serão distribuídos panfletos com depoimentos de pessoas famosas que já passaram por algum tipo de discriminação, textos elucidativos e trechos da Constituição Federal, indicando os malefícios de uma sociedade preconceituosa e outros assuntos, para promover a conscientização dos participantes e da sociedade como um todo. 

Haverá ainda o sorteio de brindes e a presença de recreadores e profissionais de educação física.  

Para encerrar a primeira manifestação contra qualquer tipo de discriminação, a banda de reggae, formada somente por deficientes visuais, Tribo de Jah, vai mostrar como superaram as adversidades por meio da música, além de colocar todos para dançar em um show aberto para o público em geral. O show também abrirá espaço para o depoimento de pessoas que já sofreram com o preconceito, compartilhando um pouco de suas histórias e sentimentos.

Para participar do 1º Circuito Contra o Preconceito os corredores devem realizar suas inscrições exclusivamente pelo site: www.circuitocontraopreconceito.com.br

Fonte:Papiro Comunicação