Notícias

Home/ Notícias Online/ Notícias/ Cadastramento para Bilhete Úni...

Cadastramento para Bilhete Único Mensal

Publicada em : 09/04/2013

Novo cartão possibilitará a utilização ilimitada do transporte público municipal por 30 dias.


O cadastramento dos usuários de transporte público para a implantação do Bilhete Único Mensal será iniciado no dia 15 de abril. O processo ocorrerá por meio de registro de dados pessoais e foto pela Internet. A previsão é de que a nova modalidade de tarifa no transporte municipal passe a funcionar em novembro deste ano. O cronograma para a implantação do bilhete foi apresentado na terça-feira (2) pelo prefeito Fernando Haddad e pelo secretário Jilmar Tatto (Transportes) na sede da Prefeitura, na região central.

Para o prefeito, a expectativa da medida é a valorização do transporte público na cidade. “O objetivo do programa é uma mudança de cultura. Desejamos que as pessoas que têm uma rotina de trabalho ou estudo tenham o Bilhete Único Mensal como a principal alternativa de utilização das vias de São Paulo”, afirmou Haddad. “Temos que perder esta ideia de que ônibus é coisa de pobre. É um novo conceito de civilidade”.

A implantação da modalidade temporal de tarifa integra a meta 75 do Programa de Metas 2013-2016. A iniciativa pretende melhorar as condições de mobilidade urbana por meio do incentivo ao uso do transporte coletivo. Estima-se que a medida poderá atingir 6 milhões de usuários do Bilhete Único. É esperado um aumento da quantidade de passageiros e viagens em períodos atualmente ociosos, como no horário de almoço, à noite e aos finais de semana.

O novo Bilhete Único Mensal possibilitará a utilização ilimitada do sistema de transporte municipal por 30 dias corridos, contados a partir da primeira viagem realizada após o carregamento do cartão. De acordo com o cronograma apresentado nesta manhã, os novos bilhetes passarão a ser confeccionados em junho de 2013. As pessoas que estiverem cadastradas receberão o cartão pelo correio ou poderão retirá-lo nos postos da SPtrans a partir de outubro deste ano. Desta forma, poderão utilizar a nova modalidade de tarifa assim que houver o início de operação do Bilhete Único Mensal, em novembro. O cadastro pela Internet ficará aberto permanentemente.

Tarifa
Os cartões atualmente em uso continuarão a funcionar normalmente, dentro das mesmas regras e procedimentos em vigor: carregamento por viagens e até 4 utilizações no período de 3 horas, ao custo de uma tarifa. O novo cartão será personalizado e comportará simultaneamente diversas opções de tarifa, como o bilhete mensal, o vale-transporte e a meia passagem para estudantes. O usuário poderá optar pelo regime de tarifas que for mais vantajoso.

O cadastro será obrigatório para utilização o Bilhete Único Mensal e gerará um login e uma senha. “O cadastro é para evitar fraudes. Na medida em que você libera a utilização ilimitada do bilhete, é necessário algum tipo de controle sobre o usuário. O cadastramento também levanta dados estatísticos e serve para o planejamento de transportes”, explicou Jilmar Tatto.

O novo sistema oferecerá serviços como consulta de saldos e extratos pela Internet. O carregamento poderá ser feito pela Internet ou por telefone, por convênios com instituições bancárias e com cartões de crédito. A tecnologia utilizada no novo cartão possui quatro vezes mais memória e inclui chave de segurança e criptografia. Haverá também nos veículos a renovação tecnológica dos validadores, que terão mais capacidade de processamento e memória e conexão GPRS.

A partir de estudos realizados de janeiro de 2013 (tarifa de R$ 3), estimou-se que o novo bilhete custará R$ 140 por mês. Durante o lançamento, Haddad reiterou a garantia de que não haverá aumento na tarifa de ônibus até julho deste ano. Segundo o prefeito, o novo sistema de cobrança exigirá um subsídio adicional de R$ 400 milhões às empresas concessionárias do transporte municipal, cujos serviços estão atualmente em processo de licitação para nova concessão.

A administração municipal também realiza a negociação da integração do Bilhete Único Mensal com outros modais de transporte, como o metrô e os trens da CPTM.

Fonte:SECOM