Notícias

Home/ Notícias Online/ Notícias/ Investimento no Brasil

Investimento no Brasil

Publicada em : 13/03/2013

Pesquisa exclusiva da Câmara de Comércio França-Brasil mostra que as altas taxas de importação, a burocracia e a precificação são os principais entraves


A sondagem realizada pela Câmara de Comércio França-Brasil (CCFB-SP) mostra o crescimento do interesse das empresas francesas em investir no Brasil. De acordo com a pesquisa, em 2012, a entidade recebeu 665 solicitações de informações sobre o mercado nacional. Volume 22% maior do que o registrado durante o mesmo período de 2011.

“As relações comerciais entre os dois países estão aquecidas”, afirma Sueli Lartigue, diretora da CCFB SP. “As pequenas e médias empresas também estão identificando boas oportunidades de desenvolvimento no Brasil”, sinaliza. O mapeamento dos setores produtivos que mais atraíram os franceses no ano passado mostra o segmento de serviços no topo da lista com 29% do interesse. A segunda colocação fica por conta do setor industrial com 14%. Empatados com 8% estão os setores de saúde e de TI, e com 7% as áreas de aeronáutica e de agroalimentos.

A sondagem revela, ainda, que 45% das empresas francesas atendidas pela entidade no ano passado buscavam participações em missões de prospecção. Aproximadamente 16% para acolhimento de profissionais para temporada de imersão no Brasil, 13% solicitaram algum tipo de pesquisa de mercado para conhecer melhor as oportunidades nacionais, 8% queriam acompanhamento institucional, 5% buscavam recuperação de TVA (Taxe sur la Valeur Ajoutée, ou imposto sobre valor agregado, comparado ao ICMS brasileiro, só que em nível nacional) e 3% informações gerais.



Entre as principais dificuldades elencadas pelos investidores franceses estão: a Anvisa, o visto, a precificação do produto, as elevadas taxas de importação, a burocracia no processo de abertura de uma empresa e o investimento inicial elevado para a abertura de uma companhia.

Fonte:Retoque comunicação