Notícias

Home/ Notícias Online/ Notícias/ Preço de imóveis

Preço de imóveis

Publicada em : 12/03/2013

O que deve acontecer nos próximos meses é um equilíbrio entre oferta e procura


Recentemente, diversos veículos noticiaram que o valor do imóvel deve diminuir nos próximos meses, mas Rogério Santos, CEO da RealtON - primeiro outlet de imóveis do mundo - não concorda com essa previsão.

“Três itens estão intrinsecamente ligados ao valor dos imóveis: insumos, tais como, aço e cimento, salário dos trabalhadores da área da construção civil e terreno, que por sua vez pode significar até 30% do valor final do imóvel. Até o momento não existem evidências de que o preço desses itens baixem nos próximos meses”, diz Rogerio Santos, CEO da RealtON.

Segundo Rogerio, nos últimos dois anos, a procura por imóveis cresceu vertiginosamente por conta da oferta de crédito, contudo, atualmente os clientes estão cada vez mais criteriosos. A fase da euforia pelo crédito em abundância acabou.

“Hoje, o consumidor está muito mais criterioso com suas compras. O seu grau de preocupação e de interesse vai desde a satisfação de outros clientes com aquele incorporador até a busca minuciosa sobre o histórico de entrega de outros empreendimentos e qualidade de atendimento E isso faz com que, em alguns casos, o processo decisório da compra se estenda. Diversos compradores passam mais de 6 meses levantando informações antes de adquirir um imóvel. Às vezes, esse tempo pode ser demasiado, afinal trabalhamos com descontos que têm tempo limitado, logo o cliente acaba perdendo o negócio”, diz Santos.

Também atrelada a essa questão, é importante ressaltar que a taxa de endividamento no país cresceu, o que, consequentemente, restringe novas tomadas de crédito.

“O que eu vejo é um equilíbrio entre oferta e procura e não a diminuição do valor do imóvel. Pelo contrário, acreditamos que o valor do imóvel continuará a subir, principalmente se os estoques escoarem e diminuírem os lançamentos. E a velha lei da oferta e da procura”, finaliza o CEO da RealtON.

Foco em Estoques

Criada com o objetivo de ajudar grandes incorporadoras a desovar estoques de imóveis, a RealtOn reúne cerca de 2 mil imóveis residenciais e comerciais novos, com 122 mil clientes cadastrados para receber ofertas.

Comissionada como uma imobiliária tradicional, a empresa comercializa perto de 30 milhões de reais por mês. Os imóveis, segundo Rogério Santos, CEO da RealtON, chegam a ter descontos de até 40 %.

A companhia planeja expandir a oferta para Rio de Janeiro --no próximo ano--, Curitiba, Brasília, Belém e Manaus. A empresa também já registrou a marca para atuar na Rússia e em localidades dos EUA.

Fonte:CLOZEL COMUNICAÇÃO