Notícias

Home/ Notícias Online/ Notícias/ Comida di Buteco anuncia 50 co...

Comida di Buteco anuncia 50 concorrentes paulistanos

Publicada em : 01/06/2012

No primeiro ano na capital, concurso terá 50 bares participantes, sendo 10 de cada região da cidade

O primeiro e maior concurso de gastronomia de botecos do Brasil está prestes a estrear em São Paulo. De 1º de junho a 1º de julho, o público poderá percorrer o circuito de 50 bares selecionados para participar. Serão dez estabelecimentos em cada região da cidade (Norte, Sul, Leste, Oeste e Centro). A lista de participantes será revelada em 30 de maio.

A escolha dos botecos foi feita pela organização do evento, representada pelo gastrônomo Eduardo Maya. Já os tira-gostos foram definidos pelos donos dos bares. A intenção é mostrar um panorama do cenário gastronômico de raiz na capital paulista.

Além da diversidade geográfica, o Comida di Buteco escolheu botecos que vão representar a influência de diferentes culinárias na cultura local. Haverá concorrentes italianos, japoneses, alemães, portugueses, nordestinos, mineiros, entre outros.

Pesquisa gastronômica
Para escolher os 50 participantes paulistanos, o idealizador do Comida di Buteco, Eduardo Maya, pesquisou intensamente as características gastronômicas de São Paulo. O processo seletivo começou em novembro de 2011 com uma lista de bares que ele já conhecia, indicações de parceiros e amigos. Com o tempo, chegaram convites de estabelecimentos que gostariam de participar do concurso, além de dicas do público pelo site www.comidadibuteco.com.br.

No total, foram analisados mais de 400 botecos, o que resultou em cerca de 200 visitas. Para Maya, foi um processo trabalhoso, mas gratificante. “Foi difícil, mas fizemos um trabalho de guerra. São Paulo é uma colcha de retalhos gastronômica. Nossa pesquisa foi muito rica e mostra como o paulistano encara os botecos. Tem ‘botecão’ simples e tradicional, tem bar arrumadinho e todo tipo de influência cultural. Fizemos questão de respeitar essa diversidade”, explica.

Ao longo do período de visitas, Eduardo percorreu bairros inteiros a pé e pediu dicas de pessoas que encontrava no caminho. “Exploramos a parte central da cidade quase toda a pé. Encontramos um bar muito bacana que nem tinha placa na época. No Tatuapé, na Zona Leste, também completamos vários trechos rua a rua. O último bar selecionado foi indicação de um guardador de carros que conhecemos”, revela Maya.

Critérios
Para participar do primeiro e maior concurso de gastronomia de botecos do Brasil, os bares são avaliados em vários quesitos. Qualidade do cardápio, atendimento, temperatura da bebida e higiene do local são levados em conta. Mas um dos critérios mais emblemáticos do Comida di Buteco é o envolvimento direto do proprietário no negócio. “Nós buscamos botecos com alma”, resume Eduardo Maya.

Dinâmica
Em 2012, o Comida di Buteco foi realizado em duas etapas. As 15 cidades que já faziam parte do circuito nacional deram partida ao concurso em 13 de abril: Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Belém (PA), Campinas (SP), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Ipatinga (MG), Juiz de Fora (MG), Manaus (AM), Montes Claros (MG), Poços de Caldas (MG), Ribeirão Preto (SP), Rio Preto (SP), Salvador (BA) e Uberlândia (MG).

Em São Paulo (SP), na sua primeira edição, o Comida di Buteco acontece em data especial: 1º de junho.

Cerca de 400 botecos participam em todo o Brasil. Em Minas Gerais, o queijo Minas foi tema para os tira-gostos criados pelos donos de botecos. Em Goiás, os ingredientes foram o barú, a gueroba e o milho. O outros estados tiveram tema livre.
Os estabelecimentos que participam do Comida di Buteco precisam criar um tira-gosto novo, com a exceção de São Paulo. Por se tratar de sua estreia, os bares paulistanos ainda não precisarão exercitar a criatividade por causa do concurso. Eles poderão indicar receitas do cardápio vigente ou criar novos petiscos. Os pratos concorrentes não podem se repetir, nem entre os botecos e nem nos 10 anos subsequentes a cada edição.

Público e jurados percorrem os botecos e, avaliam com notas de 0 a 10 o tira-gosto, a higiene do local, o atendimento e a temperatura da bebida. O peso do júri e do público é de 50% cada. E ao fim de todo concurso, 20% da base de botecos é renovada, de acordo com a classificação geral.

O resultado é anunciado na Festa da Saideira. Em São Paulo, os vencedores serão anunciados em um evento fechado para convidados e imprensa no Mercado Municipal, em meados de julho.

Histórico
O Comida di Buteco foi criado em Belo Horizonte no ano de 2000. Desde então, tem se destacado pela valorização da culinária de raiz, capacidade de atrair turistas de vários lugares do país e exterior, além de geração de empregos e fomento à sustentabilidade dos estabelecimentos que participam do concurso. Em 2011, o evento atraiu um público total de 2,3 milhões de pessoas, sendo pelo menos 27 mil turistas. Os 329 botecos participantes venderam mais de 260 mil tira-gostos concorrentes e contabilizaram mais de 320 mil votos. Com a entrada da maior cidade brasileira no circuito este ano, a expectativa é que as estatísticas cresçam significativamente.

Serviço:
Comida di Buteco 2012
Em São Paulo, dia 1º de junho de 2012.
Demais cidades participantes: Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Belém (PA), Campinas (SP), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Ipatinga (MG), Juiz de Fora (MG), Manaus (AM), Montes Claros (MG), Poços de Caldas (MG), Ribeirão Preto (SP), Rio Preto (SP), Salvador (BA) e Uberlândia (MG), dia 13 de abril de 2012.

Informações gerais: www.comidadibuteco.com.br
 

Fonte:Idearia - Comunicação & Criação de conteúdo