Notícias

Home/ Notícias Online/ Notícias/ Horóscopo Chinês prevê um 2012...

Horóscopo Chinês prevê um 2012 muito agitado

Publicada em : 05/01/2012

Para Mestre I Ming, especialista na astrologia chinesa, o Ano do Dragão é um ano de muito esforço para quem quer superar as dificuldades

No calendário chinês, 2012 será o ano 4710, regido pelo Dragão. Para o Mestre I Ming, especialista em horóscopo chinês, o lema do ano novo deve ser: “Crescer nos estudos e confiar no que faz”. “Será um período de muitos esforços para quem quer superar as grandes dificuldades impostas pelo dragão”, explica o especialista que participará da 7ª Festa do Ano Novo Chinês, marcada para Os dias 21 e 22 de janeiro, no Bairro da Liberdade, em São Paulo.

Para o Mestre, o mundo terá um ano agitado e de pouco rendimento. “Para a alegria de muitos, a economia mundial terá uma recuperação positiva, mas a natureza continuará a mostrar sua fúria para provar que é a verdadeira dona do mundo”, prevê.

O ano será especialmente positivo para os nascidos sob o signo do Rato (1924, 1936, 1948, 1960, 1972, 1984, 1996 e 2008), do Macaco (1920, 1932, 1944, 1956, 1968, 1980, 1992 e 2004) e do Galo (1933, 1945, 1957, 1969, 1981, 1993 e 2005). Paradoxalmente, para os nascidos em anos do Dragão (1928, 1940, 1952, 1964, 1976, 1988, 2000 e 2012) o ano será duro. O mesmo vale para os nascidos nos anos regidos pelo Cão (1934, 1946, 1958, 1970, 1982, 1994 e 2006). “Para minimizar os efeitos maléficos, as pessoas pertencentes a estes dois signos devem providenciar um papel vermelho na parede em uma posição visível, escrito, com letras pretas, os dizeres: ‘Anjo Patrono Vosso Excelentíssimo Brilhante Senhor Bang Tài, assegura meu sucesso e tranquilidade neste ano de 2012’”, sugere o especialista.

Há sete anos, o Bairro da Liberdade, tradicional reduto oriental da Capital paulista, é pintado de vermelho, amarelo e dourado para receber a Festa do Ano Novo Chinês. Para celebrar a entrada do Ano do Dragão, será montado um palco na praça que leva o nome do bairro, pelo qual passarão academias de artes marciais, grupos musicais, de dança e até modelos desfilando trajes típicos de diversas dinastias chinesas. Barraquinhas de comidas típicas e artesanatos também dão o tom da festa. O evento acontece nos dias 21 e 22 de janeiro e deve reunir mais de 150 mil pessoas.

A celebração já faz parte do calendário oficial de eventos da capital e já é uma das maiores festas fora da China, ultrapassando em público as tradicionais comemorações em Londres e São Francisco (EUA). A festa é realizada pela JCI Brasil-China - entidade internacional que reúne jovens empreendedores com o objetivo de aproximar as culturas dos dois países – com o apoio do Ministério da Cultura – Lei Rouanet, Prefeitura de São Paulo, através da SPTuris, dos restaurantes Tayiang e Ping Pong, Sabesp e Sakura.

Fonte:Lu Fernandes Comunicação e Imprensa