Educação

Home/ Notícias Online/ Educação/ Dia Nacional do Livro Infantil

Dia Nacional do Livro Infantil

Publicada em : 28/10/2013

Escola Santa Marina cria Clube da leitura e concurso de leitura para seus alunos


Para desenvolver o hábito de leitura, melhorar o vocabulário, a redação dos alunos e incentivo a leitura, a Escola Santa Marina criou o Clube da leitura e o Concurso de leitura. O primeiro projeto são com aulas semanais, com as turmas do Jardim 1 ao 5º ano. Eles retiram livros na biblioteca, levam para casa e permanecem sete dias com ele.  A cada 15 dias são feitas as rodas de leitura, onde o encontro é aproveitado para trocar ideias sobre os livros lidos, fazer sugestões e dar indicações aos colegas. Já o segundo projeto, o Concurso de leitura, ocorre uma vez ao ano e é realizado no 1º semestre. É destinado às crianças do 2º ao 5º ano.

Eles concorrem a prêmios e os vencedores são selecionados conforme a ficha de leitura que preenchem toda a semana de acordo com os livros que escolhem.

Segundo Elaine Laguna, bibliotecária e responsável pelo Clube da leitura e o Concurso de leitura, desenvolve os projetos há mais de dois anos para o incentivo e a prática da leitura. São dois projetos que tem sido constantes e aprimorados a cada ano. Na biblioteca da escola são acrescentados livros com novas edições com ajuda dos representantes editoriais, com novidades literárias de diversos gêneros, poesia, folclore, contos, fábulas, clássicos da literatura como Julio Verne, Dom Quixote, entre outros. Os títulos são selecionados de acordo com a idade das crianças.

O Dia Nacional do Livro Infantil foi criado em homenagem pelo grande editor de livros inéditos e autor de importantes traduções: Monteiro Lobato. Ele é considerado o precursor da literatura infantil no Brasil. “Com um nome tão importante, a biblioteca da escola Santa Marina sempre precisa estar saudável, como um órgão vivo em funcionamento, traçando sempre metas para auxiliar e ajudar as crianças em seu processo de aprendizagem. O Clube da leitura é uma das ferramentas que utilizamos para tornar a leitura uma atividade constante e permanente” afirma Elaine.

Os projetos oferecem ótimas oportunidades para conviver e respeitar uns aos outros, compartilharem emoções, fantasias e interpretações proporcionadas pela leitura. De acordo com a bibliotecária, “é algo contagiante e que vibra quando experimentamos a sinceridade, a energia e emoção de cada criança, ao escolher um livro, indicar para um amigo e ainda argumentar sobre ele. “É tão singelo e ao mesmo tempo essencial”. “É o tempo certo de oferecer a leitura como um cardápio”. “É uma escolha e não uma obrigação” diz.

O trabalho realizado pela escola, trazem alguns  resultados de longo prazo e que proporcionam prazer, autonomia, criatividade e participação significativa nos  momentos de leitura e reflexão.

Site: http://www.santamarina.edu.br/

Fonte:SUPRIR Comunicação Interativa