Educação

Home/ Notícias Online/ Educação/ Entre a Cruz e a Estrela

Entre a Cruz e a Estrela

Publicada em : 26/09/2012

A interreligiosidade ainda é um tema polêmico que gera muitos conflitos familiares


Comum na sociedade brasileira, a interreligiosidade ainda é um tema polêmico e, muitas vezes, um tabu social que causa conflitos em famílias. De acordo com o exemplo lúdico encontrado na obra Entre a Cruz e a Estrela, de autoria da psicóloga Mariana Taliba Chalfon, é possível conviver harmoniosamente em famílias de tradições e costumes diferentes quando a base do relacionamento é o diálogo.

É em um ambiente misto - entre o Judaísmo e o Catolicismo - que o menino Max, personagem principal da história, vive. A família materna tem tradições católicas e a paterna, judias, e, para uma criança, mesmo sendo difícil entender a interreligiosidade no ambiente familiar, o diálogo com os pais faz toda a diferença. "As diferenças religiosas não são, necessariamente, um ponto negativo em um relacionamento, mas, dependendo da postura das pessoas, a diferença religiosa pode se tornar um ponto delicado", explica Mariana.
               
O livro é uma dica ideal de presente para o Dia das Crianças, pois aborda, de forma ilustrativa, um diálogo entre mãe e filho, que pode ser escolhido como caminho saudável de abordar as diferenças. “Max descobre que em sua família existem duas religiões diferentes, então, o menino curioso indaga a respeito de ambas religiões. A obra é ideal não apenas para crianças, mas para adultos”, comenta.

Fonte:ECCO – Escritório de Consultoria e Comunicação