Educação

Home/ Notícias Online/ Educação/ Ensino Médio paulista supera e...

Ensino Médio paulista supera em 2011 meta do Ideb para 2013

Publicada em : 20/08/2012

Rede estadual de São Paulo ultrapassa todas as metas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica pela terceira vez consecutiva


A rede de ensino estadual paulista ultrapassou mais uma vez todas as metas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC).

Os dados referentes à avaliação realizada em 2011, divulgados na tarde desta terça-feira, 14 de agosto, apontam que o Ensino Médio atingiu o indicador projetado para ser alcançado em dois anos. O índice obtido foi de 3,9, ante a meta de 3,6.

Para os anos iniciais do Ensino Fundamental, o Ideb foi de 5,4, enquanto a meta era de 5,3. No ciclo II do Ensino Fundamental, o indicador atingido foi 4,3, sendo que a projeção era de 4,2.

Em comparação com as redes estaduais do país, o Estado de São Paulo supera o indicador em todos os níveis de ensino. A média nacional foi de 5,1 no Ensino Fundamental ciclo I, de 3,9 no Ensino Fundamental ciclo II e de 3,4 no Ensino Médio.

“Esses dados mostram que o Estado de São Paulo está no caminho certo, a começar pela manutenção dos programas de governo para a rede estadual de ensino, como a unificação do currículo, a produção de material pedagógico e a avaliação de rendimento do aprendizado dos alunos", afirmou o professor Herman Voorwald, secretário da Educação.

"Desde o início da gestão do governador Geraldo Alckmin, criamos iniciativas, amplamente debatidas com o magistério, como a implantação de novas modalidades de recuperação do aprendizado, a reorganização da grade curricular, a política salarial definida para todo o quadriênio de 2011 a 2014, e a ampliação do quadro de professores, com a nomeação de mais de 23 mil novos docentes e a recente convocação de mais 10,8 mil concursados para o curso de formação específica”, acrescenta Herman.

O secretário da Educação destacou também que São Paulo, que foi um dos poucos Estados em que foram superadas as metas para o Ensino Médio, já começou a pôr em prática as ações destacadas pelo MEC como necessária, como o fortalecimento do ensino de tempo integral e integração com o ensino técnico.

O Ideb reúne em um só indicador dois conceitos: fluxo escolar e médias de desempenho nas avaliações, obtidas pelos estudantes ao final das etapas do ensino. A nota obtida pelas unidades estaduais na Prova Brasil aumentou quando comparada ao resultado de 2009. No Ensino Médio, as médias de língua portuguesa passaram de 268,69 para 272,56 em 2011. Em matemática a nota subiu de 270,66 para 274,19. Nos anos iniciais do Ensino Fundamental, de 189,35 para 191,77 em língua portuguesa, e de 212,90 para 213,20 em matemática. No ciclo II do Ensino Fundamental, em língua portuguesa a pontuação foi de 240,27 para 240,88, e em matemática de 242,75 para 244,33.

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo tem a maior rede de ensino do país. São 5,3 mil escolas, com cerca de 228 mil professores, que atendem a 4,3 milhões de estudantes diariamente.

Fonte:Secretaria da Educação do Estado de São Paulo