Educação

Home/ Notícias Online/ Educação/ Unicamp cria cursos e Faculdad...

Unicamp cria cursos e Faculdade

Publicada em : 10/08/2012

A criação e a extinção dos cursos não alterarão o número de vagas oferecidas atualmente pelo Vestibular da Unicamp


O Conselho Universitário (Consu) da Unicamp, órgão máximo deliberativo da Universidade, aprovou por unanimidade na manhã de terça-feira (7) a criação de quatro novos cursos de graduação: Engenharia de Telecomunicações (50 vagas, período integral), Sistemas de Informação (45 vagas, integral), Engenharia Ambiental (60 vagas, período noturno) e Engenharia Física (15 vagas, período integral). Na mesma sessão, o Consu também decidiu pela extinção dos cursos de Tecnologia em Sistemas de Telecomunicações e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Os conselheiros deliberaram, ainda, pela criação da Faculdade de Enfermagem, que atualmente funciona como departamento da Faculdade de Ciências Médicas (FCM).

A criação e a extinção dos cursos não alterarão o número de vagas oferecidas atualmente pelo Vestibular da Unicamp. Os cursos de Engenharia de Telecomunicações e de Sistemas de Informação absorverão, respectivamente, as vagas oferecidas pelos de Tecnologia em Sistemas de Telecomunicações e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, que serão extintos. Já as vagas a serem oferecidas pelo curso de Engenharia Ambiental serão provenientes dos cursos de Tecnologia em Construção de Edifícios (30 vagas) e Tecnologia em Controle Ambiental (30 vagas). Estes dois últimos serão mantidos, agora com 50 vagas cada um.

As vagas da Engenharia Física, por sua vez, serão oriundas do chamado Cursão (Física, Matemática e Matemática Aplicada e Computacional), que segue mantido, agora com 140 vagas. De acordo com o diretor da Faculdade de Tecnologia (FT), professor José Geraldo Pena de Andrade, a criação dos cursos de Engenharia de Telecomunicações, Sistemas de Informação e Engenharia Ambiental é uma resposta à necessidade premente do país por engenheiros qualificados. “Além disso, os novos cursos também têm a intenção de atrair alunos com perfis diferenciados, que se integrarão àqueles que já fazem parte do nosso destacado corpo discente. Outro ponto importante é que os novos cursos contribuirão para aprofundar as atividades de pesquisa na FT”, disse.

Segundo o docente, as alterações não exigirão mudanças estruturais significativas. “Teremos que fazer somente uma ou outra adequação, visto que já contamos, por exemplo, com laboratórios”, previu Pena Andrade. O reitor Fernando Costa considerou que os novos cursos marcarão uma nova etapa na história da FT. O pró-reitor de Graduação, professor Marcelo Knobel, esclareceu que a criação do curso de Engenharia Física vinha sendo discutida há muito tempo na Unicamp. “Trata-se de um curso que já está consolidado em outros países e que vem sendo gradativamente implantado no Brasil, devido à sua importância”. Knobel destacou que antes de serem levadas à apreciação do Consu, as propostas de criação e extinção dos cursos foram amplamente debatidas pela comunidade interna e pelas instâncias formais da Universidade.

O diretor da FCM, professor Mario José Abdalla Saad, destacou que a criação da Faculdade de Enfermagem representa um avanço importante, sobretudo para a formação de quadros qualificados para trabalhar no atendimento à saúde da população. Ele lembrou que o curso de graduação, considerado de excelência, é oferecido pela Unicamp há 34 anos. Além disso, há dez anos foi instituída a pós-graduação, igualmente com alto nível de qualidade. “Há muito tempo endentemos que o curso precisava de autonomia para crescer e ampliar a formação dos futuros profissionais. Com a criação da faculdade, essas tarefas certamente serão facilitadas”, avaliou.

Fonte:Assessoria de Comunicação e Imprensa (Ascom)