Educação

Home/ Notícias Online/ Educação/ A volta às aulas

A volta às aulas

Publicada em : 23/07/2012

Também é importante que os professores se preparem para retomar as atividades pedagógicas


Como as férias dos 4,3 milhões de alunos da rede estadual chegam ao fim no dia 1º de agosto, é preciso que os estudantes se preparem ao longo desta semana para dar início a mais um período de aprendizado. Dormir mais cedo, organizar um cronograma de estudos e revisar o conteúdo aprendido no semestre anterior estão entre as recomendações para retomar a rotina escolar.

“Voltar às aulas pode ser tão prazeroso e criativo quanto os momentos de descanso, o aluno precisa apenas se comprometer e saber aproveitar as atividades pedagógicas”, afirma Cristina Mabelini da Silva, diretora do Centro de Planejamento e Gestão do Quadro de Magistério da Coordenadoria de Gestão da Educação Básica (CGEB), da Secretaria da Educação do Estado. “Retornar à escola significa retomar a caminhada iniciada no primeiro semestre, na busca do conhecimento sistematizado, formal e intencional”, acrescenta Cristina.

Segundo a educadora, a parceria entre escola e família é importante para promover uma convivência harmoniosa e produtiva nesse regresso. “O espaço escolar é um lugar apropriado para a discussão e reflexão de uma proposta pedagógica, por isso, as ações devem atender aos interesses de toda a comunidade escolar e assim garantir um ensino de qualidade a todos.”

A equipe do Centro de Qualidade de Vida da Secretaria da Educação também destaca a importância, para o professor que estava de recesso, de reorganizar a agenda, fazer uma alimentação balanceada e dormir bem para recomeçar as atividades escolares, com isso, o trabalho do segundo semestre, pode ser ainda mais proveitoso. “As férias são importantes tanto para o aluno quanto para o docente. Nesse período, ele se renova e volta com disposição para cumprir a tarefa da construção do ser humano íntegro de amanhã”, afirma Eliana Pereira, coordenadora do departamento.

As atividades escolares nas 5,3 mil unidades só terminarão depois de completados os 100 dias letivos previstos para o segundo semestre, para que se completem os 200 dias letivos do ano.

Fonte:Secretaria da Educação do Estado de São Paulo