Educação

Home/ Notícias Online/ Educação/ Olimpíada mundial de inglês

Olimpíada mundial de inglês

Publicada em : 20/03/2012

Um dos projetos que irá para capital inglesa falará sobre energias renováveis


No mês de abril, entre os dias 6 e 19, a Escola Cidade Jardim/PlayPen levará a Londres 13 alunos do 7º, 8º e 9º ano do ensino fundamental. Por duas semanas, os estudantes participarão do BEO ( British English Olympics) uma espécie de campeonato mundial de inglês, em que alunos de escolas de diferentes países competem em diversas modalidades a fim de medir seu nível de inglês.

O grupo de estudantes vem se preparando desde janeiro para o desafio. “Todo o processo é fundamental, já que existe uma preparação, uma ação e um resultado. O desenvolvimento de habilidades que esse projeto proporciona, para além da fluência em inglês, será levado para a vida”, afirma Joanne Shen, diretora pedagógica do currículo de inglês da PlayPen.

Os alunos estão produzindo uma série de apresentações nas áreas de música, poesia, literatura, energias renováveis e sustentabilidade. Tudo em inglês, of course!

Dentre os trabalhos que serão mostrados em Londres, dois merecem destaque. Um deles será o trabalho realizado na favela de Paraisópolis, em São Paulo, cujo tema central é sustentabilidade local. Os alunos estão construindo um playground natural para as quinhentas crianças de 0 a 5 anos de uma creche, provenientes de famílias de baixa renda. Playgrounds naturais são ambientes que misturam materiais naturais e plantas de uma forma diferente para criar um complexo interativo que deixe as crianças curiosas e fascinadas. Assim, elas aprendem sobre as maravilhas da natureza enquanto se divertem. Dessa forma, criam vínculo com a natureza e ficam mais dispostas a conservá-la. Além da construção propriamente dita, os alunos estão envolvidos na campanha para angariar os materiais necessários para sua realização.

O outro projeto que irá para capital inglesa falará sobre energias renováveis. Os estudantes realizaram uma profunda pesquisa sobre a produção de etanol no Brasil, conhecendo in loco uma plantação de cana-de-açúcar. Agora é torcer para a equipe.

Fonte:CGC Educação