Educação

Home/ Notícias Online/ Educação/ Negócios com a China

Negócios com a China

Publicada em : 28/02/2012

Objetivo do curso da PUC é que os participantes possam dominar os conceitos e ferramentas de gestão intercultural

Objetivo do curso é que os participantes possam dominar os conceitos e ferramentas de gestão intercultural, por meio do estudo, da reflexão e de vivências que permitam compreender o lugar que esse país ocupa no cenário mundial e na agenda das relações comerciais, culturais e institucionais do Brasil

Na última década, a China tem se tornado uma liderança internacional importante e já ocupa a posição de maior parceiro comercial do Brasil. Cerca de vinte mil empresas brasileiras já negociam diretamente com empresas chinesas e observa-se também um aumento vertiginoso do aporte de capital chinês investido no Brasil.

Entretanto, mesmo diante deste cenário que aponta para a crescente importância do papel estratégico da China na internacionalização da economia brasileira, ainda nos deparamos com um quadro muito incipiente de trocas culturais.

É cada vez mais urgente a necessidade de se aprimorar competências necessárias para saber lidar mais adequadamente com a forma de pensar e fazer negócios com a China. Urgência para as empresas brasileiras, seus executivos e respectivas equipes, que precisam negociar com os chineses e traçar uma estratégia adequada em relação a seus objetivos, de maneira a se tornar mais eficientes no mercado nacional e internacional, em que as empresas chinesas são fortes concorrentes.

Além disso, o imenso mercado interno chinês, por si só, vem deslocando, ano a ano, a importância desse país para o Brasil, o que significa um enorme atrativo e desafio para as empresas brasileiras, em particular as multinacionais. No atual momento de acelerada internacionalização das grandes empresas brasileiras, não é possível imaginar uma estratégia de negócios internacionais que não inclua a China em alguma etapa de seu desenvolvimento, inclusive com a possibilidade de alianças e vantagens colaborativas.

Dirigido a empresários e executivos de todos os portes e segmentos, interessados na gestão de negócios e no comércio internacional, em particular, com a China; os que querem iniciar ou aprimorar sua atual estratégia; estudantes de graduação e pós-graduação nas áreas de relações internacionais, comércio exterior, administração, economia e áreas da cultura; professores, consultores e demais profissionais envolvidos no intercâmbio cultural e comercial entre os dois países e todos aqueles que desejam conhecer e se posicionar sobre a relação entre Brasil e China e sobre seus novos lugares no mundo diante do atual panorama internacional, o curso tem início em 17 de Abril e aulas sempre as terças e quintas-feiras, das 19 às 22 horas na Unidade COGEAE Consolação, que fica na Rua da Consolação, 881 - Consolação - São Paulo.

Fonte:Priscila Lacerda