Educação

Home/ Notícias Online/ Educação/ Práticas Pedagógicas na Educaç...

Práticas Pedagógicas na Educação Infantil

Publicada em : 20/01/2012

Fundação Abrinq lança obra com base no projeto No Pé da Letra

Leitura por prazer, esse foi o impacto que o Projeto No Pé da Letra provocou no desenvolvimento do comportamento leitor de crianças de 0 a 6 anos que frequentam Escolas Municipais de Educação Infantil em Campo Limpo, zona sul de São Paulo. No total, o Projeto contabiliza 1.818 crianças beneficiadas diretamente e 7.785 indiretamente, 32 educadores formados em 8 EMEIs.

Para apresentar os resultados desta iniciativa, um encontro aconteceu na sede da Fundação Abrinq e, na oportunidade, a sistematização dos resultados desta iniciativa pôde ser apresentada pela equipe do Projeto. É importante ressaltar que todas as etapas e resultados do Projeto No Pé da Letra foram amplamente positivos, levando a produção do livro No Pé da Letra – Sim, crianças podem gostar de ler. Publicação, que além do registro das atividades realizadas, serve de instrumento para que outras escolas possam desenvolver práticas pedagógicas relacionadas à leitura. “Ao planejar essa publicação, nossa intenção é resgatar a leitura no contexto escolar e pensar
em algumas possibilidades de trabalho que valorizem essa ação tão básica para a educação e para a leitura de mundo”, comenta Amélia Bampi, líder do Projeto No Pé da Letra.

Ao folhear a publicação, é possível observar a riqueza de conteúdo e o cuidado com a estrutura pedagógica a qual é apresentada às crianças. Várias perguntas como “Por que Educação Infantil”, “Como fazer a criança gostar de ler” são respondidas ao longo das 52 páginas de uma forma didática e contando com declarações de profissionais da área pedagógica.

O texto é de Maria Luiza Faraone Silveira, editado por Amélia Bampi e conta com a leitura crítica da gerente executiva de Projetos da Fundação Abrinq, Denise Cesario.

 A versão online do livro pode ser encontrada em http://sistemas.fundabrinq.org.br/biblioteca/acervo/pnpl.pdf.

Fonte:Fábrica de Palavras - Raul Campos