Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Um lugar ao sol

Um lugar ao sol

Publicada em : 11/08/2016

Com encenação de Miguel Rocha, montagem cumpre temporada de 3 a 25 de setembro na sede do grupo

Leopapel
O espetáculo Um Lugar ao Sol, da Companhia de Teatro Heliópolis, reestreia no dia 3 de setembro na Casa de Teatro Maria José de Carvalho (Rua Silva Bueno, 1533, Ipiranga), em São Paulo. O enredo foi inspirado de histórias de vida de moradores de Heliópolis.

Com encenação de Miguel Rocha e texto de Willian Costa Lima, a montagem fica em cartaz entre os dias 3 e 25 de setembro, sempre aos sábados (20h) e domingos (19h). O elenco é formado pelos atores Dalma Régia, David Guimarães e Klaviany Costa.

Um Lugar ao Sol foi construída a partir de um processo colaborativo coordenado por Miguel Rocha, no qual os artistas envolvidos no projeto realizaram intensa pesquisa pessoal em Heliópolis, zona sul de São Paulo. O intuito foi a coleta de depoimentos de moradores sobre o que seria “um lugar ao sol” para cada um deles. O eixo dramático do espetáculo discorre sobre a vida de quatro moradores de uma comunidade que, após vivenciarem acontecimentos marcantes, buscam compreender o sentido de suas vidas no cotidiano. Embora as histórias dividam um espaço comum, cada uma se propõe a narrar um sonho diferente.

Na encenação, a história de Eliete dos Cachorros fala do abandono familiar. Ela é uma idosa esquecida pelos filhos que encontra em seus 11 cachorros a possibilidade de construir uma nova “família”. A loucura e a imaginação são as vias encontradas pela personagem para encarar a dor da realidade e, ludicamente, construir sua família ideal. A personagem Juvenal é um pedreiro que durante anos cumpre metodicamente seu ofício de construir casas, mas, em determinado momento, percebe-se só. O talento para o trabalho se contrapõe à dificuldade em erguer uma sólida relação afetiva com alguém, agravada pelo alcoolismo. A busca por um relacionamento que preencha este vazio é o seu grande desafio.

Uma terceira história é contada por todo elenco, não especificamente focada em um personagem, mas em um discurso mais social e crítico: o da realidade dos jovens estudantes das periferias. Trata-se de uma dolorosa e divertida epopeia em busca do ingresso numa universidade. Por fim, o espetáculo retrata o assassinato da menina Leonarda, morta no caminho entre sua casa e a escola. A narrativa, inicialmente, retrata o ponto de vista da mãe, mas deixa de ser subjetiva à medida em que a comunidade se envolve no caso, diante da dor dessa mãe. Embora não seja possível o “lugar ao sol” da mãe ser alcançado, o triste episódio uniu a comunidade  em busca de um mesmo ideal: a paz.

Segundo o diretor Miguel Rocha, “a junção das histórias acontece em uma estrutura fragmentada, dispondo-se à construção de uma visão híbrida e humana do que possa vir a ser um lugar ao sol para personagens oriundos de uma realidade social desprivilegiada”.


Serviço

Espetáculo: Um Lugar Ao Sol

Com Companhia de Teatro Heliópolis
Reestreia: dia 3 de setembro. Sábado, às 20h
Casa de Teatro Maria José de Carvalho
Rua Silva Bueno 1533, Ipiranga/SP. Tel: (11) 2060-0318
Temporada: 3 a 25 de setembro. Sábados (20h) e domingos (19h)
Duração: 90 min. Gênero: Drama. Classificação: Livre.
Ingressos: Pague quanto puder (bilheteria 1h antes das sessões)
80 lugares. Não possui acessibilidade, estacionamento e ar condicionado.

Fonte:VERBENA ASSESSORIA