Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Amor em 79:05”

Amor em 79:05”

Publicada em : 14/06/2016

Peça estrelada por Josemir Kowalick fala de amor e solidão

Francisco Júnior
O espetáculo Amor em 79:05” é uma adaptação do diretor Elias Andreato para o livro homônimo de Vinícius Márquez. Estrelada por Josemir Kowalick, a peça estreia no dia 6 de julho, quarta-feira, na Sala Experimental do Teatro Augusta, às 21 horas.

Com abordagem contemporânea, a montagem apresenta um escritor de meia idade em momentos de solidão, vivenciando o amor em seus múltiplos sentidos. Amor em 79:05” mostra os sentimentos, as frustrações, os desejos e as derrotas da personagem sob intensa égide poética.

E em pleno momento criativo, o homem imagina seu encontro com um jovem e belo rapaz (Eduardo Ximenes) e relata um cotidiano fictício desse relacionamento homoafetivo. Ele expõe as dificuldades da relação, alternando devaneios, discussões e momentos de ternura. As imagens são difusas. O jogo entre imaginação e realidade sugere também a possibilidade de ser o jovem quem está escrevendo a história. Fica a dúvida. “O que fica claro na peça é a certeza de que o artista é capaz de todas as fantasias. Para falar de uma dor é preciso inventar uma história”, comenta o diretor Elias Andreato.

A participação do jovem não tira o caráter de monólogo da peça (sua presença é quase etérea). Os diálogos não chegam a ocorrer, são solitários. A presença do interlocutor - imaginário ou não - reforça o sentido das palavras e atinge de forma eficaz aquele a quem são destinadas. “O jovem representa a presença da ausência nesse momento de amor e dor”, explica Josemir Kowalick. “Esse jovem pode representar também um desejo do escritor, projetado em sua cama”, completa o diretor.

Andreato argumenta que Amor em 79:05” discute a relação do tempo com o amor e a solidão. “O texto mostra a intensidade de um relacionamento, independente da opção sexual, e nos faz pensar nas relações afetivas que, hoje, são tão efêmeras, quando não se valoriza o contato direto, quando a tecnologia pode substituir a intensidade do toque, do olhar próximo. Há falta de tempo para falar de si, das angústias: muitos querem mesmo é provar, publicamente nas redes sociais, o quanto são felizes.”

A trilha sonora original do espetáculo - assinada por Fábio Sá - traz duas canções com letras de Elias Andreato, interpretadas (em gravação) por Josemir Kowalick. O diretor também criou o cenário da peça, o quarto do escritor,  com poucos objetos como poltrona, uma cama e uma persiana (que possibilita frestas e transparências sem delimitar ou fechar o ambiente). A cenografia é composta também por projeções que reportam à natureza, sugerindo um universo lúdico em contaste com as dores expostas pela personagem. A ficha técnica tem ainda Leo Sgarbo no figurino, Rodrigo Alves “Salsicha” na iluminação e Daniel Torrieri Baldi na produção.

Para Josemir Kowalick, a montagem propõe cumplicidade com o público, ao apresentar questões afetivas inerentes a todas as pessoas de forma sensível e, ao mesmo tempo, dura e direta. “Sempre é importante falar de amor, em todos os tempos, principalmente agora”.

Este é um momento ímpar para Josemir Kowalick em 25 anos de carreira como ator e diretor teatral, 15 deles dedicados também à docência em artes cênicas. Seus trabalhos mais recentes foram Abajur Lilás ( de Plínio Marcos, direção de André Garolli), Os Anjos da Praga (de Marcelo Marcus Fonseca) e Pano de Boca (de Fauzi Arap, direção de Marcelo Marcus Fonseca). O artista lembra também com afeto que dirigiu ator e crítico teatral Alberto Guzik (1944-2010) em O Monólogo da Velha Apresentadora, sua última incursão em cena.


Serviço

Estreia: 6 de julho - Quarta, às 21 horas
Teatro Augusta (Sala Experimental)
Rua Augusta, 943 – Cerqueira César/SP - Tel: (11) 3151- 4141
Temporada: quartas e quintas , às 21 horas - Até 25/8
Ingressos: R$ 30,00 (meia: R$ 15,00).
Bilheteria: qua a sex. (14h às 21h30), sáb. (13h às 23h30) e dom. (13h às 20h).
Gênero: Drama. Duração: 60 min. Classificação: 14 anos. Capacidade: 50 lugares
Ingressos antecipados: www.compreingresso.com.br ou (11) 2122-4001 (9h às 21h)
Aceita dinheiro e cartões. Ar condicionado. Estacionamento conveniado no local.
Site: www.teatroaugusta.com.br

Francisco Júnior

Fonte:Verbena comunicação