Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Senhorita Júlia e a Despedida ...

Senhorita Júlia e a Despedida de Si Mesma

Publicada em : 03/04/2014

Numa identificação poética e contemporânea. Profundamente inspirado na obra de August Strindberg



Com temporada iniciada no dia 12 de março, o espetáculo Senhorita Júlia e a Despedida de Si Mesma fica até dia 10 de abril no Teatro Augusta. A peça fecha a trilogia do teatro da palavra começada em Slavianski Bazaar que discute os universos do teatro, da televisão e do cinema. A direção é de Heitor Saraiva.  

Sinopse: A filha de um grande empresário da comunicação, uma apresentadora de televisão, se envolve com um captador de recursos casado com uma católica fervorosa.

A apresentadora de televisão é interpretada pela Amanda Pereira, o captador de recursos por Eduardo Pelizzari, a católica fervorosa por Rebeca Zadra, o pai austero por Beto Bellini. Há outros filhos do empresário, o filho rebelde é o ator Rafael Dib, o especial interpretado por Dico Paz e os personagens etéreos Danilo Amaral, Paloma Souza e Patrícia Palhares.

#Hashtag - #adeusjulia

Na data foi lançado pela Giostri Editora o livro Ambiente Perigoso de Beto Bellini, uma compilação de seus textos publicados no blog.

A trilogia tem os tripés: a autobiografia, a metalinguagem e o paradoxal. Iniciou com Slavianski Bazaar em 2012, seguida da peça A Gaivota no Infinito do Espelho em 2013. No processo os autores inserem experiências e vivências próprias criando o texto de forma coletiva.

Senhorita Júlia e a Despedida de Si Mesma debate a disputa pelo poder, a competição, o sexo e a precariedade da vida.

Várias mídias vão compor o projeto, cenas projetadas em um telão, dois curtas-metragens, um com cenas que complementam a peça e um documentário com o making off da peça.

O texto traz várias referências como Senhorita Júlia de August Strindberg, Pais e Filhos de Ivan Turgueniev, Cultura, Um Conceito Antropológico de Roque de Barros Laraia, pensamentos de Santo Agostinho, Lavoura Arcaica de Raduan Nassar e a verbalização de Beto Bellini.

Beto Bellini se firma como dramaturgo e debate a televisão no teatro que veio de sua experiência como ator na TV Globo onde atuou nas minisséries A Muralha e Chiquinha Gonzaga e em novelas: Rei do Gado, O Clone, Pé na Jaca, Da Cor do Pecado, Senhora do Destino, entre tantas outras. Sua última participação em televisão foi em 2010, na série Força Tarefa.

A imersão no teatro destaca o espetáculo O Arquiteto e o Imperador da Assíria de Fernando Arrabal onde contracenou com Paulo Vilhena e 120 Dias de Sodoma, direção de Rodolfo Garcia Vásquez.

A FAZ Centro de Criação atua desde 1994 no mercado teatral brasileiro construindo uma trajetória de escolhas cuidadosas, com os melhores profissionais e formando uma parceria de confiança com seus patrocinadores que lhe dão exclusividade de patrocínio há mais de 11 anos. Está entre as melhores produtoras do eixo Rio-São Paulo com mais de 20 produções e ainda lançamentos de livros, CDs de música e shows. Em 2012 realizou a produção da peça Slavianski Bazaar de Beto Bellini e Quarto 77 dirigida por Roberto Lage.

Facebook: http://www.facebook.com/FAZCENTRODECRIACAO

Serviço:

Espetáculo Senhorita Júlia e a Despedida de Si Mesma
Temporada: quartas e quintas, às 21h até 10 de abril no Teatro Augusta
No dia 11 de abril reestreia no Espaço Parlapatões (informações detalhadas posteriormente)
Local : Teatro Augusta (Sala Nobre)
Lotação - 302 lugares
Rua Augusta, 943 – Consolação/SP
Tel: (11) 3151-4141
Ingressos: Ingressos a R$ 30,00 e meia-entrada

Fonte:Bemelmans