Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Cantata de Utopias

Cantata de Utopias

Publicada em : 13/02/2014

A peça musical é baseada na história de Mariana Pineda, enforcada aos 26 anos na Espanha, e se mescla à fatos da ditadura Militar Brasileira

Divulgação
Nos idos de 1925, o espanhol Federico Garcia Lorca exaltou, em poemas e canções, a vida de Mariana Pineda, jovem heroína que desafiou o autoritarismo monárquico bordando uma bandeira aos liberais; pagou com a própria vida por tal ousadia. Dois anos mais tarde, a primeira montagem da peça contou com cenário de Salvador Dalí. Presa pelas forças reais, recusa-se a delatar seus companheiros e é executada.

Quase noventa anos depois, a Cia do Tijolo faz uma adaptação da obra e reapresenta o espetáculo Cantata para um bastidor de utopias. Nele, a bandeira segue sendo bordada.

Durante a Cantata, uma personalidade, alguém ligado à resistência á ditadura no Brasil, é chamada para falar, por alguns minutos, para todo o público. E relatar histórias sobre a ditadura. Esse momento tem sido muito emocionante desde a estreia da peça no ano passado.

Com direção de Rogério Tarifa e Rodrigo Mercadante, a Cia do Tijolo transforma a peça em uma cantata - que pode ser definida como um poema lírico musicado - e insere, no espetáculo, referências à própria biografia de Lorca.

Tudo isso é amarrado por cantorias, cuja trilha sonora original tem a assinatura de Jonathan Silva - o músico se inspirou em improvisações da companhia e em poemas de Garcia Lorca, além de ter buscado a fusão dos ritmos brasileiros com os sons da tradição da Andaluzia.

A atriz e cantora Lilian de Lima interpreta Mariana Pineda, ao passo que o ator cantor Rodrigo Mercadante faz o papel de Federico Garcia Lorca.

Já Cantata para um bastidor de utopias apresenta, entre seus quatro atos, cenas que tratam de outros momentos de uma história de opressão e utopia, como a Guerra Civil Espanhola, o Golpe Militar no Brasil e a atual conjuntura histórica.


Serviço:

Temporada: de 22 de fevereiro a 23 de março. Sábado e domingos às 20h.

Sessão extra dia 31 de janeiro, segunda feira, 20h, para relembrar o dia do Golpe Militar no Brasil.

Local: Galpão do Folias . Rua Ana Cintra, 213 - Campos Elíseos - São Paulo.  (a uma quadra do metrô Sta Cecília)

Telefone: (11) 3361 2223 ou (11) 3333 2837

Ingressos: R$ 40 inteira, R$ 20 meia, R$ 10 moradores do bairro

Fonte:Mercuccio Casa de Comunicação