Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Dualidade Urbana

Dualidade Urbana

Publicada em : 04/11/2013

Os usuários poderão olhar para a cidade sob uma nova perspectiva, através de imagens clicadas pelo fotógrafo nos últimos meses



O Projeto Encontros, gerido pela Cinemagia - Agência Cultural, sob o patrocínio dos Correios e em parceria com o Metrô de São Paulo, apresenta até o dia  30 de novembro, na estação Artur Alvim, a exposição Dualidade Urbana – mostra individual de fotografias de Marcelo Marsan. A exposição oferece aos que transitam pelos corredores da estação do Metrô a oportunidade de desfrutar e observar fotografias que ilustram esta cidade em que vivemos; a São Paulo de 2013. Os usuários poderão olhar para a cidade sob uma nova perspectiva, através de imagens clicadas pelo fotógrafo nos últimos meses.

Filmes na mochila, mp3 nos ouvidos e uma câmera na mão. É assim que Marcelo Marsan caminha São Paulo afora. Durante seus passeios, o fotógrafo procura captar nas imagens fora de si o seu próprio estado de espírito, numa relação entre o que está dentro e o que está fora; ora coincidentes, ora conflitantes. As imagens trazem sempre referenciais da cidade, mas nem sempre estes são reconhecíveis pelos olhares externos.

A exposição “Dualidade Urbana” foi inspirada na relação de mão dupla entre o indivíduo e a cidade. Por meio de suas fotos, Marcelo reflete: os conflitos internos parecem às vezes espelhados à dualidade urbana e toda a complexidade de uma megalópole como São Paulo. Ou será a cidade que vemos espelhada ao que há em nosso interior, também igualmente ou ainda mais complexo?

“O trabalho de Marcelo Marsan traz uma carga subjetiva bastante intensa. Suas fotografias são apresentadas ao público como uma ótica pessoal acerca da cidade de São Paulo. Mas, afinal, somos todos moradores de São Paulo, não é mesmo? Apresentar estas fotografias aos milhares de usuários do Metrô é um convite para alguns minutos de apreciação de uma outra São Paulo, que não a cidade cotidiana de cada indivíduo”, comenta Guilherme Yazbek, curador do Projeto Encontros.

Nas fotos apresentadas na exposição, o visto e o não visto se misturam e se confundem. Nas séries “Dupla Exposição” e “Poéticas Desfocadas”, apresentadas na mostra, o fotógrafo apresenta imagens potentes, junção de um olhar aguçado acerca do espaço que o circunda e um grande domínio técnico.

SERVIÇO:
Exposição “Dualidade Urbana”
Data: Até 30 de novembro
Local: Estação Artur Alvim (Linha 3 – Vermelha)
Horário – Funcionamento do Metrô (Domingo a Sexta - 4h40 às 00h22 e Sábado para Domingo - 4h40 à 1h00)

Fonte:Assessoria Márcia Stival