Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Pedro e o Capitão

Pedro e o Capitão

Publicada em : 08/10/2013

Montagem inédita faz uma reflexão crua e realista sobre a violência dos regimes opressivos



Pedro e o Capitão, escrita em 1979, oferece ao público brasileiro a oportunidade de apreciar uma obra inédita de Mario Benedetti, consagrado escritor latino–americano.   A estreia está marcada para o  dia 31 de outubro, às 20h, no teatro do Centro Cultural Banco do Brasil. A direção é de Marcos Loureiro, com Kiko Vianello e Fernando Belo no elenco.

Pedro e o Capitão reproduz, em cada um de seus 4 atos, as  sessões de interrogatório de um preso político (Pedro) por um oficial da inteligência militar (O Capitão).  A violência é retratada de forma indireta – em nenhum momento a tortura física é mostrada, mas Pedro, de uma sessão para outra, aparece cada vez mais machucado.

Em que pese a situação extremada na qual os personagens se encontram, a peça não é construída como confronto entre um monstro e um santo, mas entre dois homens de carne e osso, que compartilham zonas de vulnerabilidade e de resistência.

Nas palavras do próprio Benedetti, Pedro e o Capitão é “uma indagação dramática sobre a psique de um torturador”, onde se cruzam a coragem e a covardia, a capacidade de sacrifício, a moral, o ânimo e a sensibilidade face ao sofrimento,  na complexa teia de razões que embasam o comportamento humano.

O diálogo entre Pedro e o Capitão postula, por meio de um vasto arco de emoções, o que resulta, em nossa condição de mortais, das escolhas de cada um –pessoais e intransferíveis.

“Resistir é Preciso”
A temporada de Pedro e o Capitão coincide com a exibição da exposição “Resistir é Preciso”, idealizada pelo Instituto Vladimir Herzog, que será aberta no dia 12 de outubro, e que traz à tona a resistência dos meios de comunicação durante a ditadura. 

Com este paralelo entre Artes Visuais e Teatro, o CCBB contribui para fomentar o debate sobre a memória da ditadura.

FICHA TÉCNICA
Texto                                                 Mario Benedetti
Direção                                            Marcos Loureiro
Tradução                                         Marcos Rivera
Elenco                                              Fernando Belo
Kiko Vianello
Figurino                                          Cassio Brasil
Cenário                                           Omar Salomão
Iluminação                                     Fran Barros
Trilha Sonora                                 Dr. Morris
Programação Visual                    Marcelo Cordeiro
Fotos                                               Alexandre Catan
Assessoria de Imprensa            Flavia Fusco
Assistente de Direção                 Regis Trovão
Produção Executiva                      Daniel Palmeira
Coordenação Financeira            Cleo Chaves
Direção de Produção                   Carlos Mamberti
Idealização                                     Fernanda Couto
Produtora Associada                   VGI
Realização                                     CD4 Produções e Ananda Produções

Serviço
Estreia: Dia 31 de outubro – quinta-feira – às 20h
CCBB - Rua Álvares Penteado, 112 – Centro – SP - Próximo às estações Sé e São Bento do Metrô
Informações (11) 3113-3651 / 3113-3652
Temporada: 31 de outubro a 13 de dezembro de 2013 de quarta a sexta-feira às 20h.
bb.com.br/cultura  /  twitter.com/ccbb_sp  /  facebook.com/ccbbsp
SAC 0800 729 0722 / ouvidoria BB 0800 7295678
Deficiente Auditivo ou de Fala 0800 729 0088
Classificação etária: 16 anos. Duração: 75 min. Gênero: Drama
Capacidade: 130 lugares. Bilheteria: quarta a segunda – 9h às 21h.
Valor Ingresso – R$ 10,00 – inteira – R$ 5,00 – meia.
Estacionamento conveniado
Rua da Consolação, 228 – Ed. Zarvos (R$ 15,00), com transporte gratuito até as proximidades do CCBB

Fonte:Flavia Fusco Comunicação