Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Canastrões

Canastrões

Publicada em : 20/09/2013

A família Gracindo se reúne em cena, homenageando o centenário do grande ator Paulo Gracindo e o seu legado de dedicação ao teatro



A peça “Canastrões” parte esteticamente da farsa tradicional: a farsa de rua, os atores mambembes, indo de cidade em cidade, pedindo passagem e apresentando histórias já anteriormente escritas ou recentemente inventadas, cujos personagens fazem referências com conhecidos do público, sustentando a tradição dos personagens célebres: os enamorados, o arlecchinho, o comilão, o puncchinello, o dottore, entre outros.

É uma fusão de linguagens, lendas, histórias, paralelos de memórias e imaginários que pretendem realizar um teatro com identidade própria, contada na história de 3 (atores/personagens) pelo universo mágico da poética teatral de todos os tempos.

De forma poética e palatável, “Canastrões” tem como margem a retórica sobre o próprio tema e o como isso acontece totalmente interligado com os demais elementos em perfeita sintonia, induzindo a plateia a pensar o teatro de ponta a ponta: sua história, sua presença no Brasil, sua linguagem como acontecimento único diante do público e os aspectos práticos referentes à sua realização.

Com direção e encenação do espanhol Moncho Rodriguez, a família Gracindo se reúne em cena, homenageando o centenário do grande ator Paulo Gracindo e o seu legado de dedicação ao teatro, o ofício que está sendo passado de pai para filho: seus dissabores, seus momentos mágicos, as técnicas, os conceitos, os valores escondidos por trás de cada opção na construção da carreira.

Resgatar o memorial artístico desse ator é assumir a sua continuidade e retomar os seus ensinamentos e podemos afirmar que com este trabalho damos início teatral à saga de uma família de comediantes do teatro brasileiro: “Os Gracindo.”

FICHA TÉCNICA:
Texto e Encenação: MONCHO RODRIGUEZ
Elenco: O Enviado – GRACINDO JUNIOR | O Acontecido – GABRIEL GRACINDO | O Inevitável – PEDRO GRACINDO
Trilha Sonora: PEDRO GRACINDO E NARCISO FERNANDES
Figurinos, Cenografia e Iluminação: MONCHO RODRIGUEZ
Ilustração (boneco) – JUAREZ MACHADO
Projeto Gráfico – PAULO PELÁ
Fotos – GUGA MELGAR
Vídeos – DUDU CHAMON
Operador de Luz: JULIANO FRARE
Operador de Som: KLEBER MARQUES
Produção Executiva: ANDREIA PORTO
Realização: GRACINDO JR. PRODUÇÕES

Serviço
ESTREIA - 4 DE OUTUBRO - SEXTA FEIRA
TEATRO SESC BELENZINHO - RUA PADRE ADELINO  1000 - BELENZINHO
TELEFONE PARA INFORMAÇÕES - 11 2076.9700
SEXTAS E SÁBADOS - 20 HS
DOMINGOS - 17 HS
Preços:
Inteira- R$ 25,00
Meia - R$ 12,50 |
Comerciários - 5,00
Horários de funcionamento da bilheteria: terça a sábado - das 09hs às 22hs; domingo - das 09hs às 20hs
Formas de pagamento: à vista em dinheiro ou cheque; crédito pelos cartões Visa, Mastercard, American Express e Diners Club International; e débito pelos cartões Visa Electron, Mastercard Electronic, Maestro, Redeshop e Cheque Eletrônico
Estacionamento - preços: R$ 3,00 a primeira hora e R$ 1,00 por hora adicional [matriculados no Sesc] e R$ 6,00 a primeira hora e R$ 1,00 por hora adicional [não matriculados]
Número de lugares no teatro: 120
Duração do espetáculo: 1h30
Livre
CURTA TEMPORADA - ATÉ 3 DE NOVEMBRO

Fonte:Paulo de Simone