Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Universo de música, dança e ma...

Universo de música, dança e magia do Japão

Publicada em : 19/07/2013

Grupo de performance mescla variadas expressões artísticas, incluindo instrumentos tradicionais e vestimentas típicas



A Fundação Japão e o Centro Cultural São Paulo promovem, em 19 de julho, às 20 horas, a inédita apresentação do grupo WARIKI no Brasil.

WARIKI, desde sua fundação, em 2002, vem apresentando ao mundo um verdadeiro trabalho de pesquisa sobre a arte e a cultura das diversas regiões japonesas. Ao contrário do que muitos possam imaginar, a cada região do Japão, a cada província, diferentes tradições, danças e músicas predominam, transmitidas de geração em geração.

Nesta inédita vinda ao Brasil, será possível apreciar alguns de seus mais representativos números, em uma encantadora viagem por entre músicas, danças e instrumentos típicos, que revelam culturas, folclore e tradições de províncias como Aomori, Tsugaru, Osaka, entre outras.

WARIKI no Brasil
Para esta aguardada estreia em território brasileiro, cinco integrantes do grupo trarão na bagagem instrumentos como o taiko, típico tambor japonês; tsugaru shamisen, uma versão do shamisen - instrumento tradicional japonês de três cordas - desenvolvida na região de Tsugaru, ao norte do arquipélago japonês; shino-bue, uma espécie de flauta transversal; e o koto, instrumento de 13 cordas, semelhante à cítara.

Entre os números, destaque para o Okoshi, o canto festivo típico do Enburi, um festival de inverno realizado na província de Aomori, no extremo norte do país. Trajados a caráter, com chapéus em forma de cavalo, cantam palavras mágicas que prometem a felicidade. Seguem cavando o solo e dançando, de modo a “acordar” o planeta Terra para uma boa colheita.

Bastante representativas nas apresentações do WARIKI, algumas figuras de animais poderão ser vistas em diferentes números. Dança do Leão (Shishimai) revelará que o leão, que desde os tempos antigos é visto como um mensageiro dos deuses, possui o poder de dissipar o mal e transformar os desejos das pessoas em realidade. Outro folclore da região de Aomori, a Dança da Galinha (Torimai) traz o amanhecer se livrando dos maus espíritos que dominam a escuridão da noite. A ave é aqui representada pelo fato de desde os tempos mais antigos ter sido sempre relacionada com o anúncio do amanhecer.

Também poderão ser apreciados o Koma no Gei, desenvolvido a partir de apresentações de rua e outras manifestações populares da província de Fukuoka. O número inclui performances com piões, revelando a perfeita combinação entre equilíbrio e sincronia; e o Danjiri-Bayashi - com origem na construção da parede de pedra do castelo de Osaka, hoje representa uma grande diversão, sempre presente nos festivais locais de dança e música, reunindo ritmo e cores marcados pelas batidas dos tambores, entre muitas outras performances.

Mais sobre WARIKI

Historicamente, a cada espetáculo, o grupo se reinventa com novas formações de integrantes, incluindo convidados especiais que, por meio de músicas, danças e instrumentos típicos, apresentam a diversidade da cultura japonesa, folclore e tradições das diferentes províncias e regiões. Para mostrar toda a diversidade existente em um único país, fazem parte do espetáculo cantos, danças e performances, com devidos figurinos e adereços.

As apresentações têm o objetivo de popularizar a música e a arte folclórica tradicional japonesa, baseada na essência de seu antepassado, e de exibir novas criações também.

SERVIÇO
19 de julho de 2013 (sexta-feira)
Horário: 20h
Local: Centro Cultural São Paulo - sala Adoniran Barbosa
Endereço: Rua Vergueiro, 1000, Paraíso, São Paulo, SP (ao lado da estação Vergueiro do Metrô)
Ingressos: gratuitos (disponíveis para retirada na bilheteria no dia do espetáculo, a partir das 18h)
Classificação: livre
Duração: 90 minutos
Capacidade: 622 lugares
Informações: (11) 3397-4002 ou www.centrocultural.sp.gov.br

Fonte:Acontece Comunicação e Notícias