Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Exposição inédita sobre a hist...

Exposição inédita sobre a história dos Jogos Olímpicos

Publicada em : 16/04/2013

Organizada pelo COB, mostra reúne cerca de 300 peças históricas do maior evento esportivo do mundo;


O acervo do Museu Olímpico do Comitê Olímpico Internacional (COI), em Lausanne, na Suíça, desembarca no Brasil para uma mostra inédita que passará por São Paulo e pelo Rio de Janeiro. A exposição interativa Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte, organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), reúne cerca de 300 peças que marcaram e representam a trajetória dos Jogos Olímpicos da Era Moderna. O projeto é apresentado pela FIESP, SESI-SP, Ministério da Cultura e Grupo Bradesco Seguros.

Entre 16 de abril a 30 de junho será possível conhecer de perto - na Galeria de Arte do SESI-SP, no edifício da FIESP - esses objetos e imagens que contam a história do esporte internacional. O material exposto pertence ao COI, detentor do principal arquivo do mundo sobre o tema, e a um acervo reunido especialmente pelo COB.

Carlos Arthur Nuzman, presidente do COB e do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016, destaca: "Com o fechamento do Museu Olímpico do COI para obras de modernização, tivemos a oportunidade de trazer ao país peças que representam momentos marcantes da história moderna". "Durante os Jogos Olímpicos, o mundo celebra a humanidade através do respeito mútuo, amizade entre os povos e a incessante busca pela excelência", complementa a diretora cultural do COB, Christiane Paquelet.

Para aproximar o público dos Jogos Olímpicos, a exposição foi dividida em oito módulos: Jogos da Antiguidade; O Sonho de Coubertin; Acendendo a Tocha; Cerimônias; Esportes e Medalhas; Mascotes; Memorabília e Time Brasil, que conectam história, emoção, conhecimento, educação e cultura.

Além da oportunidade de conhecer de perto tochas, medalhas e mascotes de diversas edições dos Jogos Olímpicos, os visitantes poderão apreciar peças raras - como a cópia do discurso proferido pelo Barão de Coubertin, em 1892, com a proposta de recriação dos Jogos Olímpicos, e a sapatilha e a medalha do brasileiro Adhemar Ferreira da Silva, bicampeão olímpico nos jogos de Helsinque, em 1952, e Melbourne, em 1956. Entre os destaques mais recentes está o uniforme do tenista suíço Roger Federer - utilizado na conquista dos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008.

Durante a visita, o espectador terá a experiência de empunhar a tocha dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012 - com a Tower Bridge ao fundo -, tirar fotos ao lado da famosa mascote Mischa (de Moscou, em 1980) e participar de uma simulação de salto em distância. Jogos educativos estarão disponíveis em uma sala de cinema, onde também serão exibidos vídeos do acervo COI.

Em agosto, a mostra Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte segue para o Museu Histórico Nacional, no Rio de Janeiro.

Fonte:Approach