Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Estação Ciência fecha para ref...

Estação Ciência fecha para reforma

Publicada em : 18/03/2013

Após 25 anos Estação Ciência ganha reforma completa em seu prédio e exposições



A partir da sexta-feira, dia 15 de março de 2013, a Estação Ciência, centro interativo de ciências da Universidade de São Paulo, terá seu espaço fechado à visitação pública de forma temporária, para uma reforma ampla e profunda, revitalizando o histórico edifício e renovando e modernizando as exposições em seu interior.

Planejada há meses, a reforma do prédio deve incluir uma profunda renovação predial, abrangendo estruturas, telhado, fachada e calçamento. Também deverá haver uma modernização do espaço interno com obras de acessibilidade, substituição de rede elétrica e iluminação, inclusão de sistemas acústicos e de conforto térmico, modernização de banheiros e inclusão de um anexo de vidro que vai abrigar o setor administrativo e assim ampliar a área destinada a exposições. Com esse anexo, a entrada de visitantes também passa a ser coberta, evitando o desconforto atual de grupos e escolas que precisam se organizar ao ar livre mesmo em dias de sol e chuva. A última grande reforma do prédio foi realizada há mais de 25 anos, para a transformação do galpão em Estação Ciência. A atual intervenção prevê total restauração dos aspectos históricos do edifício, estando de acordo também com recomendações do Conpresp, órgão municipal que decretou o tombamento da Estação Ciência em 2009 e autorizou a reforma em publicação no Diário Oficial do Município do último dia 13 de março.

A decisão de se fechar o acesso ao público desde já leva em conta a necessidade de se garantir a segurança total de visitantes e funcionários.

Durante o tempo em que permanecer inacessível ao público, a Estação Ciência seguirá com suas atividades itinerantes, de modo ainda mais intenso, levando exposições e atividades para eventos, feitas e espaços temporários - atividades com as quais a Estação Ciência já atingiu mais de 300 mil pessoas em 2012 e agora será fortalecida.

Fonte:Estação Ciências - USP