Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Universos

Universos

Publicada em : 19/02/2013

O texto é o primeiro de uma sequência de três espetáculos que falam do amor, da passagem do tempo, da morte e da memória


Universos conta a história de amor entre uma cientista e um apicultor. Desse improvável encontro, Nick Payne traça uma miríade de probabilidades, encontros, desencontros e reencontros, em infinitos desdobramentos através de cenas que se repetem em looping. O formato inusitado e dinâmico da peça é um espelho de seu conteúdo. Melissa, a cientista, é quem explica a Roger – e à plateia – o conceito de multiversos: universos paralelos em que, “a qualquer momento, vários resultados podem coexistir simultaneamente".

A cada mudança de cena ou de postura das personagens, propõe-se um novo universo, em um tipo de “crônica cubista”, como a peça já foi chamada por críticos no exterior. “Imagine jogar um dado seis mil vezes”, diria Melissa.

Com uma linguagem ágil e lúdica que adiciona humor ao texto, a peça ainda trata de questões humanas pungentes como destino e livre arbítrio, quando o jovem casal se depara com a iminência da morte.
 
Para sua montagem, Zé Henrique de Paula conta que os conceitos da física irão contaminar inclusive a encenação e a cenografia. Ele conta: “Estou usando como ponto de partida a teoria da entropia, que afirma que o universo tende a caminhar da ordem ao caos”.

As peças que completam a Trilogia do Amor são Ou Então Você Podia Me Beijar, de Neil Bartlett, e Nossa Música, de Abi Morgan, ambas com estreia prevista ainda para 2013.

FICHA TÉCNICA
Direção: Zé Henrique de Paula
Direção musical: Fernanda Maia
Roger – Thiago Ledier
Melissa - Renata Calmon
Preparação de atores: Inês Aranha
Assistência de direção: Herbert Bianchi
Tradução: Renata Calmon
Cenografia: Zé Henrique de Paula
Figurinos: Zé Henrique de Paula e Cy Teixeira
Iluminação: Fran Barros
Direção de produção: Sergio Mastropasqua
Produção executiva: Claudia Miranda
Crédito das fotos: Ronaldo Gutierrez

Para roteiro
Universos
Drama
Em cartaz as terças, quartas e quintas, às 21h
Estreia dia 26 de fevereiro
Temporada até 25 de abril
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) / R$ 10,00 (meia e cadastrados)
Teatro do Núcleo Experimental – Rua Barra Funda, 637
Tel: 3259-0898 - Bilheteria abre 1 hora antes de cada espetáculo.
Temos ar condicionado e acesso para deficientes
Estacionamento em frente: R$ 10,00
Duração: 70 minutos / Lotação: 56 lugares / Censura: 12 anos

Fonte:Patricia Pichamone