Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Dom Quixote

Dom Quixote

Publicada em : 23/01/2013


História
Prólogo: Levado pela visão de Dulcinéia, Dom Quixote começa sua aventura ao lado de seu fiel escudeiro Sancho Panza.

Ato I : Sevilha. Kitri, a filha de Lorenzo, está apaixonada por Basílio, mas descobre que seu pai quer casá-la com Gamache, um nobre, dom quixote e Sancho Panza entram na vila, provocando grande comoção. Ao olhar para Kitri, Dom Quixote pensa que achou sua Dulcinéia. Movidos pela idéia do casamento arranjado, Kitri e Basílio, aconselhados por Espada e Mercedes, decidem seguir Com Quixote e Sancho Panza. Gamache e Lorenzo perseguem o casal.

Ato II -  Cena 1: Acampamento cigano. Dom Quixote e Sancho Panza descobrem o casal fugitivo em um amigável ecampamento cigano. Todos estão inspirados pelo clima de romance da noite, A visão de Dulcinéia aparece novamente para Dom Quixote, que percebe que Kitri não pe sua idealizada, e que esta pertence a Basilio. De repente o vento ganha ímpeto. Dom Quixote então ataca os moinhos de vento, pensando que são gigantes ameaçando a segurança de Dulcinéia. Se sentindo miserável, cai em sono profundo.

Ato II – Cena 2: Dom Quixote tem um sonho encantado com belas moças, onde a imagem de Kitri simboliza Dulcinéia.

Ato II – Cena 3: É aurora, Lorenzo e gamache interrompem o sonho de Dom Quixote. Simpatizante do amor do jovem casal, Dom Quixote dá o caminho errado para os homens.

Ato II – Cena 4: A taberna. Finalmente descoberta, Kitri é forçada por Lorenzo a aceitar o casamento com Gamache. O frustado Basílio comete “suicídio”. Sem saber da farsa, Kitri implora que Dom Quixote convença Lorenzo a desposar o “cadáver”. Então Basílio “ ressuscita” e Kitri vai se arrumar para o casamento enquanto Dom Quixote e Basílio agradecem Lorenzo e Gamache por terem aceitado o inevitável.

Ato III: O casamento. A vila celebra o matrimônio. Dom Quixote congratula o casal, dá um caloroso adeus e continua suas aventuras.

Ficha Técnica
Nome: Dom Quixote, ballet em três atos baseado na obra homônima de Miguel de Cervantes
Estréia: 26 de dezembro de 1869, no Teatro Bolshoi pelo Ballet Imperial
Coreografia: Marius Petipa e Alexander Gorsky
Música: Ludwig Minkus
Remontagem em 2013 – Adriana Assaf
Realização: Cia. Paulista de Dança
Produção Executiva:  The Classic Ballet

Serviço
Teatro Paulo Machado de Carvalho
Alameda Conde de Porto Alegre, 840 (Teatro Municipal de São Cateano do Sul)
Data: 24.01, às 20h
R$ 25,00 - Inteira e R$ 12,50 Meia
RESERVA: (Empresas, Grupos e Escolas): 11 2097-7607 / 2296-5021

Fonte:Cia Paulista de Dança