Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Roteiro sobre Modernismo em Sã...

Roteiro sobre Modernismo em São Paulo

Publicada em : 21/01/2013

USP faz roteiro cultural no aniversário da cidade


Em comemoração ao aniversário da cidade, a Pró-reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) da USP fará o novo roteiro cultural “A USP e a São Paulo Modernista” na sexta-feira, dia 25 de janeiro. O roteiro destaca a presença da USP em São Paulo e aponta aspectos históricos, culturais e arquitetônicos do Modernismo na cidade. Lançado em dezembro, o passeio é gratuito e acontece sempre aos sábados, das 10h às 14h, com saída e chegada na estação Alto do Ipiranga do Metrô. Para participar, é preciso fazer inscrição no site: www.sinteseeventos.com.br/girocultural.

“É uma iniciativa de ampliar para a comunidade o conhecimento do patrimônio cultural e científico da USP”, diz Maria Arminda do Nascimento Arruda, pró-reitora de Cultura e Extensão Universitária da USP e autora do premiado livro Metrópole e Cultura. “O Museu Paulista era um projeto das elites paulistas que, depois, associadas a artistas e intelectuais, criaram o Modernismo”, diz ela, que também destaca a importância da casa que sedia a FAU, construída pela influente família Álvares Penteado. “E o Ibirapuera é uma cidade modernista dentro de São Paulo”. O roteiro, segundo Maria Arminda, também traz “embutido a história do Brasil, do império ao país com um projeto moderno”.

O roteiro tem pontos de parada em três unidades da Universidade de São Paulo: o Museu Paulista, no bairro do Ipiranga; o prédio da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo na Rua Maranhão, no bairro de Higienópolis, um casarão art nouveau do início do século XX que pertenceu à família Álvares Penteado e o Museu de Arte Contemporânea da USP, no Parque Ibirapuera, construído na mesma época que a Cidade Universitária, na década de 1960.

O percurso é feito de ônibus, que passa também pelos casarões da Rua Bom Pastor, no Ipiranga, e pelo centro da cidade, onde os visitantes podem observar algumas edificações modernistas, como os edifícios Montreal (1954), Eiffel (1956) e Copan (1966), projetados pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Durante parte do trajeto, são tocadas músicas de Villa-Lobos e outros expoentes do modernismo brasileiro, selecionadas pelo crítico e professor do Departamento de Filosofia da USP, Lorenzo Mammì.

Uma equipe de mediadores, composta por historiadores, artistas plásticos e arquitetos, acompanha todo roteiro, que procura oferecer aos visitantes um olhar distinto sobre a implantação do Modernismo na cidade, em suas múltiplas dimensões (arquitetônica, urbanística, econômica, sociocultural e política), evidenciando a passagem do século XIX até o ápice da consolidação do projeto modernista na cidade de São Paulo, nos anos 1950.

Serviço
Giro Cultural USP - A USP e a São Paulo Modernista
Data: 25 de janeiro, das 10h às 14h
Inscrição: gratuita pelo site www.sinteseeventos.com.br/girocultural
Informações: (11) 3091-1190
Número de vagas: 40
Classificação indicativa: a partir de 7 anos, desde que acompanhadas por um responsável
Local de saída e chegada do ônibus: Estação Alto do Ipiranga do Metrô
O roteiro não é acessível a pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida.

Fonte:Verônica Cristo, da Divisão de Comunicação Institucional da PRCEU-USP