Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Religiosidade também é arte

Religiosidade também é arte

Publicada em : 27/08/2012

Exposição do artista plástico Marcos de Oliveira mostra pinturas e objetos carregados de religiosidade


 

A CAIXA Cultural São Paulo apresenta, de 1° de setembro a 07 de outubro, a exposição “Sobre Anjos, Santos e Guerreiros”. O projeto reúne 35 obras, entre pinturas e objetos, do artista plástico Marcos de Oliveira, natural da Bahia e radicado em São Paulo há 10 anos. A exposição tem curadoria de Elvira Vernaschi e conta com o patrocínio da Caixa Econômica Federal. A entrada é franca.

“A pintura de Marcos de Oliveira revela uma religiosidade transcendente, com imagens carregadas do sentido de sagrado”, explica a curadora. “Formado, sobretudo, por santos e anjos, o panteão do artista é composto também por dragões e bestas feras, símbolos do poder de deuses e humanos sobre tudo e todos, e sobre o mal. Quem sabe, na expectativa da salvação”, completa Elvira.

Segundo a curadora, Marcos, um autodidata, foi obrigado a inventar, sozinho, os recursos com os quais passou a se expressar: o desenho, as formas, a aplicação e a distribuição da tinta, a composição e o espaço, em busca de uma ordem só sua. “Outra característica marcante de sua obra é o colorido, que domina toda a composição e os grossos contornos”.

Serviço:
Exposição “Sobre Anjos, Santos e Guerreiros”, de Marcos de Oliveira
Abertura para convidados e imprensa: 1° de setembro de 2012 (sábado), às 11h
Visita guiada com a curadora Elvira Vernaschi: 1º de setembro de 2012
Visitação: de 1° de setembro a 7 de outubro de 2012
Horário de visitação: de terça-feira a domingo, das 9h às 21h
Local: CAIXA Cultural São Paulo (Sé) – Praça da Sé, 111 – Centro – São Paulo (SP)
Informações, agendamento de visitas mediadas e translado (ônibus) para escolas públicas: (11) 3321-4400 ou pela caixa postal agendamento.sp@gentearteira.com
Acesso para pessoas com necessidades especiais
Entrada: franca
Recomendação etária: livre
Patrocínio: Caixa Econômica Federal

Fonte:Assessoria de Imprensa da CAIXA Cultural São Paulo (SP)