Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Se eu perder esse trem...

Se eu perder esse trem...

Publicada em : 01/08/2012

A São Paulo da época do “Tramway da Cantareira”, mais tarde imortalizado como o "Trem das Onze" na letra de Adoniran Barbosa, será personagem principal da Festa Brasileira de 2012


Lembranças de São Paulo da época da garoa e dos trilhos cortando a cidade, antes dos viadutos, dos edifícios altos e do metrô... Uma viagem que o SESC Itaquera convida você a fazer.

TEATRO

espetáculos

O Trenzinho da Cantareira
Com Cínica Cia. de Teatro. Seis fantasmas bem humorados e chamuscados pela brasa da chaminé da Maria Fumaça convidam o público a uma viagem no tempo, onde contam e cantam as histórias daqueles que utilizavam o Trem da Cantareira. Uma grande celebração das recordações de um tempo que não volta mais. Duração: 60 minutos. Praça de Eventos.
Livre para todos os públicos
18/08, 19/08, 25/08, 26/08. Sábados e domingos, às 15h30.

especial

Se eu perder esse trem...
Com Bella Cia de Teatro. Por meio de intervenções cômicas e musicais, um trem de palhaços busca resgatar a memória do primeiro trem urbano de São Paulo. Praça de Eventos.
Livre para todos os públicos
18/08, 19/08, 25/08, 26/08. Sábados e domingos, às 16h30 às 18h00
<!--[if !supportLineBreakNewLine]-->
<!--[endif]-->

MÚSICA

Cortejo Musical
A Banda Performática abre a Festa Brasileira de 2012 com seus arranjos elaborados e performances inusitadas, envolvendo o público pelo ecletismo, fruto da fusão dos mais diferentes estilos musicais, e por suas interpretações animadas. Alamedas da Unidade.
Livre para todos os públicos
18/08, 19/08, 25/08, 26/08. Sábados e Domingos, das 14h30 às 15h30.

shows

Germano Mathias - A Voz da Malandragem
O sambista paulistano que reúne títulos como “Mestre do samba sincopado”, “Gênio da ginga bebopada” e “Catedrático do samba”, Germano Mathias, sobe ao palco para desfilar sua interpretação repleta de bossa, seu samba no pé, seus breques e suas histórias cheias de picardia. Com sua lata de graxa, seu trombone e sua cuíca imaginária, Germano Mathias vem acompanho do seu Conjunto Regional Partido Alto na Cozinha. Tenda da Praça de Eventos.
Livre para todos os públicos
18/08. Sábado, às 18h.
Demônios da Garoa
Apresentam com muito bom humor e alegria contagiante o entusiasmo do samba paulistano, cantando sucessos dos mais de 50 anos ininterruptos de carreira do conjunto vocal mais antigo do Brasil em atividade. Tenda da Praça de Eventos.
Livre para todos os públicos
19/08. Domingo, às 18h.
Samba Virado à Paulista
"Samba Virado à Paulista" é uma mostra musical em homenagem aos grandes compositores e intérpretes de samba de São Paulo: Jorge Costa, Noite Ilustrada, Geraldo Filme, Paulo Vanzolini, Vadico, Eduardo Gudin, General da Banda e Adoniran Barbosa serão homenageados através de Priscila Amorim, Milena, Grazzi Brasil, Verônica Ferriani, Paulo Neto, Graça Braga, Flavia Bittencourt e Fabiana Cozza. O samba é por excelência uma reunião de artistas e este projeto potencializa ainda mais essa característica por agregar intérpretes influentes do gênero na produção contemporânea e homenagear os maiores compositores que ajudaram a consagrar o estilo paulista de samba. Para quem aprecia um bom samba e também para aqueles que com ele não são familiarizados, este projeto é tão saboroso e tradicional quanto o prato “virado à paulista” e vem para reafirmar a posição de São Paulo no cenário da música popular brasileira. Tenda da Praça de Eventos.
Livre para todos os públicos
25/08. Sábado, às 18h.

Céu
Neste show a cantora Céu interpreta sambas paulistas de compositores consagrados, além do repertório do novo CD "Caravana Sereia Bloom" (Urban Jungle/Universal). No palco, Céu é acompanhada por Dustan Gallas (teclados e guitarra), Lucas Martins (baixo), Bruno Buarque (bateria) e DJ Marco (MPC e pick up). Tenda da Praça de Eventos.
Livre para todos os públicos
26/08. Domingo, às 18h.

especial

Apresentação e Discotecagem –Theo Werneck
Theo Werneck comanda a festa fazendo a mediação da área musical e apresentando as atrações dos dias. Nos intervalos a discotecagem é inspirada no samba paulistano, suas releituras e ritmos, além de todo o universo musical influenciado por esse estilo.
Livre para todos os públicos
18/08, 19/08, 25/08, 26/08. Sábado e domingo, das 15h às 21h.

DANÇA

aulas abertas

Samba de Gafieira
Aula aberta onde os participantes poderão aprender passos básicos do samba de gafieira de forma divertida. Livre para todos os públicos
18/08, 19/08, 25/08, 26/08. Sábados e domingos, às 20h.

vivência

Aquecimento Dançante
Atividade orientada a todas as idades com o objetivo de integração entre os participantes com utilização do ritmo do samba. Livre para todos os públicos
18/08, 19/08, 25/08, 26/08. Sábados e domingos, às 17h30.
<!--[if !supportLineBreakNewLine]-->
<!--[endif]-->

CULTURA DIGITAL

vivência

Vagões de histórias
Que influência teve o “Trenzinho da Cantareira” em sua vida? Captação de depoimentos dos participantes da Festa Brasileira. Praça de Eventos. Internet Livre.
18/08, 19/08, 25/08, 26/08. Sábado e domingo, à partir das 15h.

LITERATURA

especial

Tic, Tac, Tic, Tac... Uma História Pra Você!
Mediadores de leitura circulam pela festa lendo histórias inspiradas pela São Paulo do “Trem das Onze” e pela metrópole dos dias de hoje. Com a Cia. Circo de Trapo.
Livre para todos os públicos
18/08, 19/08, 25/08, 26/08. Sábados e Domingos, das 16h30 às 17h30.
Estação Sarau: Trem das Trilhas
Um sarau exatamente como deve ser: a mistura de linguagens artísticas. No palco, uma cantora, um músico e uma atriz trazem à tona a figura do trem, tão presente na vida das pessoas desde séculos passados. Canções, poemas, fragmentos de textos e contos que retratam estações, destinos, passageiros e histórias desse importante meio de transporte, que muito mais do que um simples condutor, é o cenário de diferentes personagens, trajetórias, saudades e paisagens... Com Fernanda de Paula, João Rocha e Adreísa Cangussú. Duração: 60 min.
Livre para todos os públicos
19/08, 26/08. Domingos, das 16h30 às 17h30.

NATUREZA E MEIO AMBIENTE

bate-papo

Nos trilhos da memória
A chegada de uma ferrovia traz consigo novas cidades, amplia as redes comerciais, causa transformações na paisagem e impregna a vida das pessoas com diferentes rotinas e histórias. Neste bate-papo com ex-trabalhadores das ferrovias, buscaremos recuperar a memória passada entre dormentes, apitos, chegadas e despedidas na linha do trem. Local: Café Aricanduva.
18/08, 25/08. Sábados, às 16h30.

SAÚDE E ALIMENTAÇÃO

bate-papo

A Gestação de Um Novo Mundo Urbano: O Mercado Municipal Paulistano
Bate-papo gastronômico sobre o Mercado Municipal Paulistano desde a sua fundação até os dias de hoje... Com Ricardo Maranhão. Quiosque da Praça. Vagas limitadas. Distribuição de senhas com 1h de antecedência.
18/08. Sábado, às 16h30

Adoniran Barbosa e a Popularização do Trem das Onze
A vida do artista: rotina, hábitos alimentares e sua história na música popular brasileira. Com Rosana Freire. Quiosque da Praça. Vagas limitadas. Distribuição de senhas com 1h de antecedência.
19/08. Domingo, às 16h30

O Mercado Municipal no Tempo...
A influência da imigração no início do século XX na formação da identidade gastronômica do Mercado Municipal Paulistano. Com Marcelo Malta e Marco Antonio Loureiro. Quiosque da Praça. Vagas limitadas. Distribuição de senhas com 1h de antecedência.
25/08. Sábado, às 16h30

A Influência do Açúcar na Culinária Paulista
Bate-papo gastronômico sobre o ciclo da cana-de-açúcar no Estado de São Paulo e os hábitos alimentares dos paulistanos. Com Luis Fernando Perin. Quiosque da Praça. Vagas limitadas. Distribuição de senhas com 1h de antecedência.
26/08. Domingo, às 16h30

Fonte:Nadya Librelon