Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Quinteto em Branco e Preto no ...

Quinteto em Branco e Preto no Sesc Pinheiros

Publicada em : 31/05/2012

O Sesc Pinheiros apresenta Quinteto em Branco e Preto, de volta a São Paulo depois de show esgotado



Depois de seus 15 anos de carreira, o Quinteto em Branco e Preto participa do Projeto Base de Lançamento do SESC Pinheiros, espaço aberto para a difusão de novos trabalhos e projetos musicais, trazendo ao público o seu mais recente trabalho, intitulado “QUINTETO”. O projeto tem o objetivo de apresentar um repertório abordando os mais variados temas, unindo as influências do moderno, à tradicional raiz do samba, vem no sentido de popularizar a sua feliz trajetória, mostrando em suas composições, toda modernidade e jovialidade que o samba tem.

Dona Ivone Lara, Sapopemba, Edi Rock (Racionais Mc,s), Dinho Nascimento, Velhas Guardas, e Banda Mantiqueira são as participações especiais, que sem dúvida são símbolos do nosso povo. O grande desafio é sensibilizar o público, abraçar o samba, a mídia, o mercado fonográfico, as velhas guardas, e a nova geração da música popular, para que todos passem a ter um olhar, não só em torno de si, e sim um olhar mais abrangente, podendo portanto vislumbrar a beleza da simplicidade em um modo geral.

Procurando sempre dizer um “Não” à violência, à destruição da natureza, às drogas, à fome e à desigualdade social. Em seu diversificado repertório, o Quinteto assina a maioria das faixas, o que torna este novo trabalho ainda mais autoral que os anteriores.

Abrindo o disco com “Guardião dos nossos ancestrais” que é o primeiro samba da trilogia (“Novo Viver” do segundo albúm e “Patrimônio da Humanidade” do terceiro
albúm) da dupla Magnu Sousá e Maurilio de Oliveira, em uma demonstração de amor ao gênero e à trajetória do Quinteto. O trabalho segue com o fantástico “Samba Pop” de Everson e Vitor Pessoa, com arranjos de Naylor Proveta e a participação da respeitadíssima “Banda Mantiqueira”, fazendo contra ponto à faixa “Mão Negra” de Ivison Bezerra e Everson Pessoa; samba de partido alto com pé na afrodescendência brasileira, que conta com a participação especialíssima de “Sapopemba” grande baluarte, ogã de vasta experiência nos terreiros do Brasil e exterior.

O partido alto, bem humorado “Maria não volta mais” de Nino Miau e Chapinha, foi a escolhida inicialmente para divulgação, muito bem aceita pelo público, alcançou em um curto espaço de tempo, primeiro lugar em rádios de São Paulo.“Uma festa”
presente de Dona Ivone Lara para o grupo, também traz emoção e a alegria ao álbum.

As românticas “Beija flor”, interpretada por Maurilio de Oliveira e “Feito Siameses" de Vitor Pessoa em mais uma parceria com Wilson das Neves, e “Renuncia do arvoredo” também de Magnu e Maurilio, que remete ao samba anNgo de Paulinho da Viola (Arvoredo de 1966). Não esquecendo é claro, da cadeira cativa destinada ao "Encontro da Velha Guarda": Peruche, Nenê de Vila MaNlde, Vai Vai e Camisa Verde e Branco, unidos em uma única faixa. E mais, um medley em homenagem as duas comunidades de coração fundadas pelos integrantes do Quinteto: Comunidade Samba da Vela e Berço de Samba da São Mateus, entre outras.

Depois do show de lançamento esgotado, no Auditório Ibirapuera, no começo de maio, o Quinteto está de volta a São Paulo e prepara boas surpresas para quem for ao SESC Pinheiros, dias 30 de junho e 01 de julho. Além das canções do novo CD, farão parte do repertório sucessos dos álbuns anteriores como “Xequeré”, “Novo Viver”, “Sempre Acesa” “Não é só garoa”, entre outras. Uma linda homenagem a Adoniran Barbosa promete também surpreender a plateia.

O Quinteto em Branco e Preto é formado por Everson Pessoa ao violão e voz, Maurilio de Oliveira no cavaquinho e voz, Magnu Sousá no pandeiro e voz, Ivison Bezerra no repique de Mão e voz, Vitor Pessoa no surdo e voz.

SERVIÇO
Quinteto Branco e Preto e Convidados (Velhas Guardas da Nenê de Vila Matilde e Camisa Verde e Branco, Rappi'n Hood e Integrantes da Banda Mantiqueira).
Dias: 30 de junho e 01 de julho. Sábado às 21h e Domingo às 18h.
Local: Teatro Paulo Autran – SESC Pinheiros.
Duração: 90 minutos
Classificação etária: Livre para todos os públicos.
Capacidade: 1010 lugares
Ingressos: R$ 24,00 (inteira); R$ 12,00 (usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino). R$ 6,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes)
Não é permitida a entrada após o início do espetáculo.

SESC Pinheiros
Endereço: Rua Paes Leme, 195.
Horário de funcionamento da Unidade: Terças a sextas, das 13 às 22h. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 19h.
Horário de funcionamento da Bilheteria: Terça a sexta das 10h às 21h30. Sábados das 10h às 21h, domingos e feriados das 10h às 18h30.
Tel.: 11 3095.9400
ESTACIONAMENTO COM MANOBRISTA (VAGAS LIMITADAS): Veículos, motos e bicicletas.
Terça a sexta, das 7h às 22h; Sábado, domingo, feriado, das 10h às 19h.
(Horários especiais para a programação do teatro).
Taxas: Matriculados no SESC: R$ 6,00 nas três primeiras horas e R$ 1,00 a cada hora adicional;
Não matriculados no SESC: R$ 8,00 nas três primeiras horas e R$ 2,00 a cada hora adicional;
Para atividades no Teatro, preço único: R$ 6,00;
Para informações sobre outras programações www.sescsp.org.br

Fonte:Assessoria de Imprensa do SESC Pinheiros: