Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Memória da Imprensa

Memória da Imprensa

Publicada em : 06/12/2011

Arquivo Público digitaliza jornais e revistas dos séculos 19 e 20


 

O Arquivo Público do Estado de São Paulo acaba de relançar, totalmente reformulado e com novo layout, o site temático Memória da Imprensa. A página mostra a cobertura de jornais e revistas dos séculos XIX e XX sobre diversos assuntos da época. Com atualização a cada três meses, o site é dividido em seis seções, tal qual um jornal moderno: Nacional, Local, Cultura, Esportes, Gastronomia e Moda. O acesso é feito pelo link: http://www.arquivoestado.sp.gov.br/memoriaimprensa.

Um dos destaques desta edição, a "editoria" Nacional traz a repercussão pública do decreto de abolição da escravatura, em 1888. Já Esportes mostra as competições de "foot-ball" e "cyclismo" nos clubes Espéria e Paulistano, em 1903. Em Gastronomia, o leitor aprende a fazer feijão branco "au gratin" e "omellete recheada a’italiana". Para as mulheres, o site mostra as últimas tendências em chapéus, manteletes e espartilhos para o verão de 1855. Em Cultura, destaque para postais escritos à mão pelo poeta Olavo Bilac e publicados na Revista A Lua, em 1910. Ao clicar na notícia que lhe interessa, o internauta abre um arquivo com o periódico escolhido e busca a página na qual a notícia foi publicada.

"A ideia é mostrar notícias de jornais e revistas desde o século XIX e, dessa maneira, despertar o interesse da população por este acervo do Arquivo Público do Estado de São Paulo", explica Carlos Bacellar, coordenador da instituição. Entre os títulos digitalizados estão exemplares dos jornais Farol Paulistano (1829), Correio Paulistano (1867) e Jornal das Senhoras (1952) e das revistas Vida Paulista (1903), Moderna (1898), O Pharol (1908), Palco Ilustrado (1908) e Capital Paulista (1900), entre outros.

Outra novidade do site é a seção Colaborações, no qual serão publicados artigos sobre a História da Imprensa no Brasil, escritos por convidados. Essa primeira edição divulga o artigo “A Imprensa Oficial no Período Imperial na Província de São Paulo”, escrito por Julio Couto Filho, pesquisador e funcionário do Arquivo Público.

A Hemeroteca do Arquivo Público é uma das maiores do Estado de São Paulo e possui atualmente 1.195 títulos de revistas e 1.369 títulos de jornais disponíveis para consulta. Além disso, o Arquivo Público do Estado é responsável, desde 2008, pela coleção de periódicos do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Para o tratamento técnico deste acervo, recentemente teve início o projeto Memória da Imprensa Periódica em São Paulo, que conta com o apoio financeiro do programa Caixa Cultural, da Caixa Econômica Federal, e pretende digitalizar cerca de dois mil títulos relativos à imprensa paulista até o final de 2012.

Sobre o Arquivo Público do Estado de São Paulo
O Arquivo Público do Estado de São Paulo é um dos maiores arquivos públicos brasileiros. Vinculado à Casa Civil, sua função é formular uma política estadual de arquivos e recolher, tratar e disponibilizar ao público toda documentação de caráter histórico produzido pelo Poder Executivo Paulista. A instituição mantém sob sua guarda aproximadamente 6 mil metros lineares de documentação textual permanente, 17 mil metros de documentação intermediária, 900m de material iconográfico e uma biblioteca de apoio à pesquisa com 45 mil volumes.

Fonte:Arquivo Público do Estado de São Paulo