Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Alguém acaba de morrer lá fora

Alguém acaba de morrer lá fora

Publicada em : 07/11/2011

Lucélia Santos retorna à São Paulo com texto de Jô Bilac, dirigida por Pedro Neschling

Em sua volta aos palcos paulistanos, Lucélia Santos realizou um feliz encontro com dois jovens talentos: Pedro Neschling, seu filho, que a dirige pela primeira vez no teatro; e Jô Bilac, jovem autor contemporâneo, cujos textos são dos mais montados de sua geração.

“Estou disposta a encenar essa peça com a perspectiva de interagir artisticamente com Jô Bilac e Pedro Neschling, ambos com menos de 30. Será a primeira vez que Pedro, meu filho, me dirige e é o nosso primeiro encontro no teatro, o que é pra mim uma grande emoção. E quanto ao Jô, eu creio que ele será o grande dramaturgo brasileiro nos próximos anos”, finaliza empolgada a atriz.

O texto escolhido foi a comédia Alguém acaba de morrer lá fora, que faz forte crítica à superficialidade das relações humanas.

Para Jô Bilac a peça fala dos encontros na vida, do misterioso acaso, da sorte, do destino, da lei da atração, do imprevisto, da violência e da festa que é o milagre de estar vivo. “Penso que entre outras coisas, o texto fala sobre o nada. Sim, o insustentável nada entre mim e o outro, o nada dentro dos diálogos vazios e repetitivos que só se estendem por pura cortesia ao outro numa convenção sem grandes significados”, comenta o autor.

Três estranhos em um bar café, cada um em uma mesa esperando por seu encontro secreto. Cláudio (Ricardo Santos), um homem solteiro em busca do amor que espera uma mulher com uma rosa na mão. Laura (Lucélia Santos), misteriosa e voluntariosa, espera acertar as contas com alguém que está para chegar. Marcela (Vitória Frate), jovem professora de inglês insatisfeita com a vida que leva, espera a sua irmã com quem divide um conjugado no centro da cidade.

O que esses três personagens têm em comum é o vazio que toma suas perspectivas, a forma como fantasiam a realidade para tornar suportável a banalidade que se tornou a vida de cada um ali.

Temos ainda Dodô (Pedro Nercessian), um jovem garçom atrevido, que diz o que pensa, e a Morte, personagem presente que em cada rodada elege um vencedor para sua implacável sentença.

Segundo Pedro Neschling, “vivemos num tempo de banalização de tudo. Das relações humanas, do respeito ao próximo, da importância das próprias atitudes, das consequências dos nossos atos, da vida”. Neschling considera Alguém acaba de morrer lá fora um texto requintado em sua forma e primoroso em seu acabamento, numa espécie de mash-up de Nelson Rodrigues com Quentin Tarantino. “Alguém sempre acaba de morrer lá fora. E no fim nós somos qualquer um destes que morrem ou que são afetados por esses que acabam de morrer lá fora”, afirma o diretor. Neschling, além de Alguém acaba de morrer lá fora, está com o espetáculo Um número em cartaz no Rio de Janeiro. No drama, sucesso de crítica, ele dirigiu Pedro Paulo Rangel.

Alguém acaba de morrer lá fora

SESC Belenzinho
Rua Padre Adelino, 1.000. - Tel. 2076.9700
www.sescsp.org.br/belenzinho.
Estreia dia 12 de novembro
Curta Temporada: até dia 11 de dezembro
Sextas e Sábados, às 21h; Domingos, às 18h
Ingressos à venda na Rede IngressoSESC a partir das 14h de 1/11:
R$ 32 (inteira), R$ 16 (usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino). R$ 8 (trabalhador no comércio e serviço matriculado no SESC e dependentes).
Teatro (392 lugares)
Duração: 70 minutos
Recomendação: 12 anos
Estacionamento:
Para espetáculos com venda de ingressos:
R$ 6,00 (não matriculado)
R$ 3,00 (matriculado no SESC trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo / usuário)

Ficha Técnica
Texto: Jô Bilac
Direção: Pedro Neschling
Elenco: Lucélia Santos, Pedro Nercessian, Ricardo Santos e Vitória Frate
Assistente de direção: Karla Dalvi
Cenário: Nello Marrese
Figurino: Antônio Medeiros
Luz: Adriana Ortiz
Direção de movimento: Toni Rodrigues
Trilha sonora: Pedro Neschling e Rodrigo Marçal
Projeto gráfico: Roberta de Freitas
Produção executiva: Letícia Napole
Coordenação de produção: Beto Bk
Direção de produção: Giba Ka
Idealização: Breno Sanches e Lucélia Santos
Produção: Nhock Produções
Realização: SESC SP

Fonte:Jacqueline Guerra / Sueli Freitas