Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Hip Hop, Wokshop e Concerto

Hip Hop, Wokshop e Concerto

Publicada em : 14/09/2017

Show Hip hop colombiano do Crew Peligrosos e o Samba do Congo estão na programação do SESC Itaquera

Andres Alvarado
Integrando o projeto Florescer nas Margens, o coletivo de hip hop da Colômbia Crew Peligrosos toca no dia 17 de setembro, na Praça de Eventos do Sesc Itaquera. No dia 24 de setembro a atração é o grupo de rap Samba do Congo. Na área de música, tem ainda os projetos Mestres da Música, destacando encontros com instrumentistas contemporâneos, e Manhãs Clássicas, com shows de grupos de música orquestral. No dia 23 de setembro está programado workshop pandeiro e percussão com Mestre Pimpa do Pandeiro, no dia 24 de setembro a atração é o concerto do Quinteto da Academia de Cordas de São Paulo, interpretando As Quatro Estações, de Vivaldi. Os eventos são gratuitos e abertas ao público de todas as idades.

PROGRAMAÇÃO

Projeto - Florescer nas Margens
Atividades que buscam dar visibilidade e  valorizar o que está à margem.

Show - Crew Peligrosos
Dia 17 de setembro, domingo, das 16 às 17h15
Livre - Grátis - Na Praça de Eventos

Crew Peligrosos, uma das bandas mais representativas do hip hop da Colômbia, tem parcerias com Emicida, no Brasil, e atualmente prepara um disco com o rapper francês Youssoupha. A banda tem um projeto voltado para crianças dos bairros populares de Medellín, a 4 Elementos Eskuela, uma escola de Hip Hop que abriga de graça mais de 400 crianças. Recentemente, o grupo realizou trabalho para mostrar a cultura tradicional da Colômbia, com turnê pelo interior compartilhando experiências com músicos tradicionais, e que resultou em um show em formato sinfônico.

Projeto - Florescer nas Margens
Show - Samba do Congo - Nossa Quebrada
Dia 24 de setembro, domingo, das 16 às 17h15
Livre - Grátis - Na Praça de Eventos

Grupo que tem como objetivo incentivar novos compositores e resgatar a historia do samba de São Paulo, o Samba do Congo foi criado em 2011. Gravado entre setembro e novembro de 2016, o primeiro CD do Samba do Congo, Nossa Quebrada, traz obras de novos compositores da cena paulista, além de composições da velha guarda do samba paulistano. São composições que abordam a valorização do compositor, a força ancestral na cultura do samba e a emoção do cantar. O trabalho fortalece a identidade afro-brasileira, evidenciando e reconhecendo a importância do samba e do negro no legado histórico e cultural de São Paulo, assim como valoriza a produção cultural periférica  de maneira a elevar auto-estima dos poetas da periferia despertando o sentimento de pertencimento e autoafirmação. 

A trança da velha guarda com a nova geração vem representada nas faixas, Passado (Mug e Vô), interpretada por Waldir Dica da Velha Guarda da Brasilândia e Artes do Sací (Luz Nascimento), interpretadas pelas crianças do Samba do Congo. A mistura de ritmos também se faz presente com a faixa Fé no Caminho, onde é mesclado o balanço do Samba Rock e o e a batida do Rap, esta faixa conta com a participação de Marcos Mattoli do Clube do Balanço na guitarra e DJ Pato do Duck Jam na produção da base do Rap. 

Projeto - Mestres da Música
Workshop - Mestre Pimpa do Pandeiro
Workshop de Pandeiro e Percussão Brasileira
Dia 23 de setembro, sábado, das 14h às 15h30
Livre - Grátis - No Café Aricanduva 

Neste bate-papo e apresentação, Mestre Pimpa mostra sua virtuosidade no pandeiro Welington Moreira (Pimpa) é percussionista e baterista, com formação popular e erudita, sob a orientação do maestro Nelson Ayres. Atuou como professor de percussão popular e violão clássico e popular no Conservatório Villa-Lobos, e como professor de bateria na Faculdade Marcelo Tupinambá. É especialista em ritmos brasileiros, com larga experiência em produções de shows e estúdio. Participou em shows e discos de artistas como Jair Rodrigues, Trovadores Urbanos, Roberta Miranda, Lucila Novaes, Fabiana Cozza, Oswaldinho da Cuíca e Germano Mathias, entre outros, além de ter atuado em trabalhos internacionais com Abelardo Figueiredo (EUA), Agência Jet Set (Porto Rico), Matii Kaspi (Israel) e Seiwa Kanko Ltda. (Japão).  

Inscrições por telefone: (11) 2523-9326 ou 2523-9309 - Atendimento de quarta a domingo, das 9 às 17h.

Inscrições por e-mail: enviar mensagem com o título MESTRE PIMPA para o e-mail inscricao@itaquera.sescsp.org.br com nome, RG, telefone, endereço e e-mail para contato.

Projeto - Manhãs Clássicas
Show - Quinteto da Academia de Cordas de São Paulo - As quatro estações
Dia 24 de setembro, domingo, das 11 às 12h
Livre - Grátis - No Café Aricanduva

Grupos de música orquestral executam repertório erudito e popular, mostrando a diversidade da música camerística.

A Academia de Cordas de São Paulo é uma orquestra de câmara e um núcleo de cordas criados pelo violinista Rodrigo Leitte, voltado para estudo e execução camerística. A proposta une a criatividade e as experiências que cada integrante tem na execução da música de câmara, proporcionando modelos de contemporaneidade e dimensões potencialmente transformadoras no campo erudito. No programa, trechos da obra As Quatro Estações, de Antonio Lucio Vivaldi (Veneza, 1678/1741), grande compositor e músico do estilo barroco tardio, oriundo da Itália. Formação: Violino solista: Rodrigo Leitte 1º violino: Ney Aguiar 2º violino: Lígia Machado Viola: Aron Nascimento Cello: Richard Gonçalves.

Serviço:

SESC Itaquera

Av. Fernando do Espírito Santo Alves de Mattos, 1000, Itaquera.
Funcionamento: De quarta a domingo, das 9h às 17h.
Acesso à unidade: Grátis.
Estacionamento: R$ 12 (credencial plena do Sesc) e R$ 24 (demais frequentadores).
Telefone para informações: (11) 2523 9200.
Transporte Público Sesc Itaquera: Metrô Itaquera – 7200m / Terminal São Mateus – 5200m.



Fonte:Arteplural Assessoria de Imprensa