Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Que lixo é lixo?

Que lixo é lixo?

Publicada em : 12/09/2017

BuZum! comemora sete anos com estreia em São Paulo de novo espetáculo

Milene Milan
Em setembro, o projeto BuZum! comemora sete anos com a estreia de um novo espetáculo em São Paulo, Que lixo é lixo?, sobre a questão do lixo e suas consequências para o planeta. O espetáculo conta com apoio da Secretaria da Cultura do Estado, via ProAC-ICMS, e patrocinado pela Eaton, empresa global de gerenciamento de energia.  A próxima parada é o Instituto Butantan, no dia 17 de setembro. A festa é encerrada dia 24 de setembro, na Maratona Infantil do MIS-SP, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo.

As apresentações celebram os números expressivos do projeto de teatro de bonecos itinerante: em sete anos, foram 300 mil quilômetros rodados para realizar 9 mil apresentações a aproximadamente meio milhão de pessoas em 1.000 escolas públicas de 250 cidades em nove estados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Bahia, Minas Gerais, Maranhão, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul), além de Porto Suarez, na Bolívia.

Adaptado em um ônibus que se transforma em sala de teatro, o BuZum! é equipado com palco, iluminação, ar condicionado e espaço para a plateia com capacidade para receber até 40 espectadores por sessão.

Que lixo é lixo?
Concebido por Beto Andreetta e Mari Gutierrez, e dirigido por Wanderley Piras, o espetáculo é a décima criação da companhia que mostra, em tom crítico, a questão do lixo e suas consequências no planeta. Sob a perspectiva da Terra, o espetáculo mostra que todo lixo, mesmo que jogado 'fora', permanece aqui. A história começa no espaço, onde dois astronautas encontram a Terra e percebem que ela não está bem. Repleta de lixo e tristonha, a Mãe Terra faz um apelo para que os dois enviados contem às crianças o que viram e apontem como elas podem ajudar a melhorar a situação.

Os dois retornam com a missão de mostrar às crianças como o descarte incorreto de lixo pode impactar na saúde do planeta. A partir da noção de que o consumo exagerado também é responsável pela produção de resíduos, os personagens mostram que a utilização de materiais recicláveis pode minimizar o problema.

"Queremos que as crianças se conscientizem de que elas fazem parte de uma cadeia e que a reciclagem é possível e lúdica", conta Mari Gutierrez, diretora do espetáculo. O espetáculo também mostra como o processo de urbanização distanciou o homem da natureza. A princípio os animais viviam em harmonia, mas as casas, depois substituídas por prédios e fábricas, foram alterando sua paisagem inicial e criando novas necessidades de consumo e, por consequência, novas maneiras de se tratar o lixo.

A peça expõe que o acúmulo de lixo também pode trazer doenças e que os resíduos seguem para rios e mares. Uma forma de aliviar e melhorar essa realidade é por meio da reciclagem. Ao final, os protagonistas revelam que todo o cenário da peça, os pássaros, prédios, árvores, casinhas e os bonecos que são manipulados são feitos de material reciclável. Garrafas pet de suco e refrigerante, latas, produtos de limpeza, garrafas de leite, tudo pode ser reutilizado de forma criativa e, assim, aliviar a Terra, que ao final, fica agradecida e mais leve.

Educação
Quando o BuZum! estaciona em frente a uma escola ou instituição, as peças em cartaz  levam também ensinamentos que podem ser utilizados pelos professores em sala de aula. Para isso, foi desenvolvido pelo BuZum!, em parceria com o Instituto Saberes, o Livro do Professor, um material pedagógico entregue a cada professor após assistirem aos espetáculos. Com o apoio deste material, os professores conseguem relacionar o assunto abordado na peça à matéria lecionada em sala de aula – em disciplinas como português, história, geografia e matemática – expandindo, assim, os conhecimentos do aluno por meio de charadas, brincadeiras, curiosidades e dicas literárias. O objetivo é instigar a curiosidade das crianças antes mesmo das apresentações e mantê-la após a passagem do BuZum!. As crianças presentes na plateia recebem um Teatro de Papel com personagens para montar, um brinde que lhes permite experimentar uma vivência teatral completa ao reproduzir ou criar um roteiro, construir os personagens e encenar suas peças; e o gibi BuZum! em Quadrinhos, que traz o enredo de espetáculos do projeto no divertido formato de história em quadrinhos.

Repertório
O repertório da companhia tem 10 peças criadas especialmente para o público infanto-juvenil, considerando as estreias de 2017. São elas: Darwin BR; sobre a passagem do naturalista inglês Charles Darwin pelo Brasil; Filhotes do Brasil, obra ambientada na Amazônia que trata da relação entre pais e filhos; Mundo Português, uma bem humorada viagem pelo universo da língua portuguesa pela Ásia, África e América do Sul; O Mundo é uma Bola, espetáculo criado às vésperas da Copa do Mundo que conta a história do futebol desde sua origem; 13 Gotas, sobre um dos principais temas da atualidade: a importância da água; Máquinas, sobre a história dos meios de transporte; Energia, sobre as diferentes fontes de energia. O BuZum! também tem um espetáculo para adolescentes chamado Intolerância, que levanta questões sobre preconceitos no ambiente escolar, que têm se tornado rotineiros no cotidiano dos jovens. Em 2017, a companhia estreia Mamulengo e Que lixo é lixo?.

Prêmios
Em 2016, o BuZum! recebeu o Prêmio Governador do Estado para Cultura, na categoria Arte para Crianças – Voto Popular. Em 2014, a companhia foi contemplada com o prêmio de Melhor Produção e Melhor Autor de Texto Original no 1º Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem (ex-Prêmio Femsa).

Serviço:
Especial de aniversário | BuZum! apresenta 'Que lixo é lixo?' em São Paulo:

Próximas apresentações
Dia 17 de setembro, domingo
Instituto Butantan
Av. Vital Brasil, 1500 - Butantã
Horários: 10h | 11h | 12h | 14h | 14h30 | 15h30

Dia 24 de setembro, domingo
Maratona Infantil do MIS – Museu da Imagem e do Som
Av. Europa, 158 – Jardim Europa
Horários: 10h | 11h | 12h | 13h | 14h30 | 15h30                  

Entrada Franca
Classificação: Livre
Capacidade: 40 pessoas por sessão

Mais informações em www.buzum.com.br
Youtube: https://www.youtube.com/user/canalbuzum
Facebook: https://www.facebook.com/ProjetoBuZum

Fonte:Assessoria de imprensa BuZum!